A religião dos árabes

A religião dos árabes

Uma das religiões de maior importância no mundo é o Islamismo, originária da região da Arábia. Conheça mais sobre a religião dos árabes!

Religião Islamica

Habitantes do Oriente Médio, os árabes são originários da Arábia ou Península Arábica que é banhada pelo mar Vermelho e pelas águas do Oceano Índico, o lugar possui um clima seco e quente, por isso, a região é composta por regiões desérticas que faz com que haja dificuldades no plantio e na criação de animais, motivo que fez com que a maioria dos árabes viajasse pelo de mundo em busca de melhores condições de vida.

A região é conhecida pelo mundo como berço de uma das religiões mais importantes, o Islamismo que surgiu no século VII e trouxe mudanças políticas, econômicas e culturais significativas no mundo árabe. Conheça mais:

Mais sobre a religião dos árabes

Religião dos árabes antes do Islamismo

Religião antes do IslamismoAntes do século VII, os árabes tinham uma religião politeísta, ou seja, acreditavam em vários deuses, adoravam objetos sagrados, a forças da natureza e acreditavam na intervenção contra os espíritos do mau.

Os árabes desta época eram nômades, conhecidos como beduínos, os quais peregrinaram até as cidades litorâneas da Arábia para promover suas crenças e rituais e adorar os símbolos e objetos considerados sagrados.

Religião dos árabes depois do Islamismo

MaoméDepois do século VII surgiu Maomé, o maior profeta da religião do Islamismo, Maomé meditava no monte Hira quando ouviu o anjo Gabriel dizer que havia somente um único Deus, o Alá, e um único profeta, Maomé. Depois disso, Maomé começou a pregar uma crença monoteísta que trouxe mudanças profundas no mundo árabe.

No ano de 630, Maomé invadiu Meca, matou todos os opositores da religião monoteísta e destruiu todas as imagens de Caaba, fazendo com que Meca fosse a principal cidade dos islamitas.

Assim, foi introduzida a nova religião árabe, o Islamismo que quer dizer submissão a Deus, ou seja, para o profeta Maomé, todos os homens devem seguir as vontades de Deus, tornando-se então um islamita ou muçulmano, como são chamados os seguidores do Islamismo.

A religião dos árabes hoje

Religião Islamica hojeCom um número estimado em mais de 935 milhões de islamitas, o Islamismo é uma das mais importantes religiões do mundo. Considerada uma religião universal e primordial, todo e qualquer islamita deve seguir as revelações divinas do Alcorão que foram formuladas pelo profeta Maomé.

Até os dias atuais o monoteísmo é a matéria central do Islamismo, ou seja, só se deve crer a um único Deus, o Alá, único e onipotente, mas para ser um islamita é preciso praticar cinco deveres que são conhecidos como os “pilares do Islã”: fazer cinco orações diárias e durante as orações é preciso voltar-se em direção à cidade de Meca, dar esmolas se o islamita for dotado de bens suficientes para sua sobrevivência, fazer uma peregrinação a Meca pelo menos uma vez na vida, participar da guerra santa para disseminar o Islamismo, jejuar no mês Ramadã, não ingerir álcool e carne de porco.

Para os islamistas, existem três lugares sagrados, a cidade de Meca, a cidade de Medina, lugar onde Maomé construiu o templo religioso dos muçulmanos e a cidade de Jerusalém, cidade onde o profeta Maomé subiu ao céu para encontrar Moisés e Jesus.

Assista ao vídeo no Canal do Portal ZUN no YouTube e conheça alguns símbolos religiosos e seus significados.

Veja mais sobre religião

24/01/14 por Thaís

   

Mais informações por email

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Instagram
YouTube
Facebook