Adesivo anticoncepcional é seguro?

Os adesivos contém uma combinação hormonal que causa diminuição na fertilidade, mas não devem ser utilizados sozinhos.

Adesivo anticoncepcionalSim, é seguro. O índice de falha contraceptiva do adesivo é de 0,1%, igual ao da pílula. O adesivo anticoncepcional é um método contraceptivo bastante usado pelas mulheres, entretanto, ainda há muitas dúvidas sobre este método.

O adesivo anticoncepcional possui todos os hormônios presentes na pílula anticoncepcional e realiza a mesma função no organismo. Iniciando um tratamento, a
dica é usar o adesivo de acordo com as recomendações de seu médico.

         

O adesivo possui a combinação de dois hormônios encontrados nos medicamentos orais: a progesterona e o estrogênio, que vão sendo liberados de maneira contínua por sete dias através de adesivos cutâneos, realizando uma ótima absorção, mantendo assim os níveis de hormônios no organismo, garantindo a eficácia do produto

Vantagens

Adesivos anticoncepcionaisA principal vantagem do adesivo anticoncepcional é que a mulher não precisa ficar tomando as drágeas das pílulas anticoncepcionais todo dia e o risco de esquecimento irá diminuir. Há também uma redução nos efeitos colaterais que são causados no uso da pílula oral, pois no adesivo os hormônios são absorvidos diretamente pela circulação.

Outro fator positivo é que os efeitos dos hormônios do adesivo só duram para aquele mês em que a mulher usou o adesivo e quando parar de usá-lo, a mulher retorna com mais facilidade a fertilidade e pode engravidar com mais facilidade, algo diferente do anticoncepcional injetável, com o qual a fertilização natural da mulher só se normaliza depois de seis meses. O maior problema encontrado no uso do adesivo anticoncepcional é com relação que algumas mulheres não conseguem se adaptarem a este método e o adesivo acaba causando um incômodo, afinal ele fica em constante contato com a pele e para muitas isso não é muito agradável.

Utilização

Adesivo contraceptivoO início do uso do adesivo é feito no primeiro dia da menstruação, o qual deve ser colado na barriga, costas, nádegas ou braço, não sendo indicado colar o adesivo em regiões que sofrem com bastante atrito, como por exemplo, os seios, sola do pé ou onde ficam elásticos de roupas íntimas. O adesivo deve ficar colado constantemente e após três semanas deve-se fazer uma pausa de uma semana para que ocorra a menstruação, similar à pílula anticoncepcional.

Os adesivos são encontrados em farmácias e vem em embalagens contendo três adesivos e cada adesivo fica colado por sete dias e após completar o terceiro adesivo, somando 21 dias, a mulher deve retirá-lo e ficar sem eles por sete dias para iniciar um novo ciclo.

Assim como qualquer método contraceptivo, o adesivo pode causar alguns efeitos colaterais como náuseas, dores de cabeça, cólica menstrual, desconforto abdominal e outros, podendo até mesmo ocorrer pequenos sangramentos, afinal o organismo está se adaptando a algo novo, mas, que com o passar do tempo só trará benefícios ao organismo. Outro problema dos adesivos anticoncepcionais é em relação ao seu valor alto, mas a relação custo benefício compensa o uso do produto.

0 voto






Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook

X
Curta a página