Alistamento militar feminino no exército

Conquistando cada vez mais espaço, as mulheres podem ingressar na carreira militar para atuar em campo ou em funções administrativas.

Mulheres no exércitoO serviço militar deixou de ser exclusivamente masculino há algum tempo, quando as mulheres passaram a ocupar os cargos tanto em campo quanto nos quartéis.

Como alistar-se

Apesar de serem isentas do serviço militar obrigatório previsto na Constituição Federal, as mulheres que desejam ingressar no serviço militar poderão escolher duas modalidades: carreira militar ou serviço temporário. O alistamento deve ser feito por meio de concurso público para as seguintes escolas militares: Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx), Escola de Saúde do Exército (EsSEx) e o Instituto Militar de Engenharia (IME), ou participar da seleção de militar temporário, de acordo com sua região militar.

                       

Histórico

Major Elza Cansanção MedeirosO primeiro registro de uma mulher atuando na carreira militar, data de 1823, quando Maria Quitéria de Jesus lutou pela manutenção da independência do Brasil. Entretanto, somente no ano de 1943, durante a Segunda Guerra Mundial, as mulheres foram oficialmente aceitas no exército, quando 73 enfermeiras foram enviadas aos Estados Unidos para servir em Hospitais Militares.

Em 1996, o exército instituiu o serviço militar voluntário para médicas, dentistas, farmacêuticas, veterinárias e enfermeiras, incorporando a primeira turma de 290 mulheres a prestarem serviço militar na área da saúde.

Em 1998, instituiu o Estágio de Serviço técnico, que admitiu cerca de 520 advogadas, administradoras de empresas, contadoras, professoras, analistas de sistemas, engenheiras, arquitetas, jornalistas e outras profissionais de áreas não ligadas à saúde, para atender as necessidades de Oficial Técnico Temporário (OTT).

Assim, caso deseje alistar-se no serviço militar, não perca tempo e inscreva-se como voluntária.

0 votes



Amoedo
13/10/11



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook