Cálculo de férias proporcionais como fazer

Todos os trabalhadores têm direito a férias integrais ou proporcionais pelo período em que se trabalhou, que normalmente são 12 meses.

cálculo de férias proporcionaisTodos os trabalhadores têm direito a férias anuais, por um período de 30 dias corridos após um ano de trabalho, recebendo o salário do mês e mais um terço desse valor antecipado dois dias antes de sair de férias. O empregador pode conceder férias em dois períodos, porém nunca inferiores a dez dias corridos.

O cálculo de férias proporcionais é feito de acordo com o os dias que foram trabalhados, assim o dinheiro ou os dias de descanso serão proporcionais e justamente atribuídos ao trabalhador, sendo que um período normal de férias é de 30 dias após um ano de trabalho.

                       

Cálculo de férias proporcionais na rescisão

Recebendo carteira de trabalho

O empregado que é demitido ou pede demissão antes de completar um ano (12 meses) de serviço tem direito a férias proporcionais ao período de prestação de serviço. Quando o funcionário decide fazer o pedido de demissão, deve avisar a empresa que deseja sair e cumprir o aviso prévio de 30 dias, tendo direito ao saldo de salário, 13º salário proporcional e férias proporcionais aos meses trabalhados.

Quando a empresa deseja dispensar o funcionário sem justa causa deve pagar todos esses direitos, incluindo as férias proporcionais e mais uma multa com base de cálculo em 40% do FGTS depositado mensalmente durante o período de contrato. Se a empresa não der o aviso prévio de 30 dias, deve pagar um salário a mais.

Cálculo de férias proporcionais em dias

Os trabalhadores recebem um salário mensal pela prestação dos seus serviços, e para fazer o cálculo das suas férias proporcionais é preciso dividir o valor por 12 meses (período de um ano). Se, por exemplo, o salário é de R$ 600,00 reais, você divide por 12 e acha o cálculo do valor mensal das férias proporcionais que será é de R$ 50,00. Se você trabalhou seis meses tem direito a férias proporcionais equivalentes a R$ 300,00 (R$ 50,00 x 6 meses = R$ 300,00), se trabalhou dois meses, suas férias proporcionais são de R$ 100,00 e assim por diante.

cálculo férias proporcionais em dias

Para fazer o cálculo dos dias, divida o resultado do valor mensal (que no caso deste exemplo é R$ 50,00) por 30 dias (que é o mês), assim encontrará o valor diário para fazer o cálculo das férias proporcionais de acordo com os dias trabalhados.

Como fazer cálculo de férias proporcionais com falta

De acordo com a Consolidação das Leis Trabalhistas, todo funcionário possui o direito de tirar 30 dias corridos de férias após completar um ano de trabalho em uma empresa ou instituição. Porém, para poder usufruir deste direito, o trabalho deve cumprir seus deveres. Um desses, e que interfere diretamente nas férias do trabalhador, é a assiduidade no trabalho.

De acordo com o cálculo comum de férias proporcionais em relação às faltas do trabalhador, o período de descanso depende dos dias trabalhados, e quando ocorrem faltas, estas serão descontadas das férias em dinheiro ou em dias de descanso. Veja abaixo uma tabela com o cálculo de férias proporcionais às faltas no trabalho:

cálculo de férias proporcionais com faltas

Os direitos trabalhistas muitas vezes nos causam dúvidas, para mais informações entre em contato com a Caixa Econômica Federal ou Posto do Atendimento do Trabalhador de sua cidade e tire as dúvidas mais frequentes sobre os direitos do trabalhador, principalmente sobre cálculos de férias proporcionais.

Veja mais sobre  cálculo de férias proporcionais como fazer neste vídeo do Canal do Portal ZUN no Youtube:

CÁLCULO DE FÉRIAS PROPORCIONAIS COMO FAZER

Saiba mais sobre como fazer cálculo de férias

3 votes



Ana Maria
26/08/11



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook