Carros elétricos a venda no Brasil

O futuro dos meios de transporte terrestre são os veículos elétricos. Entretanto, falta incentivo do governo para a produção no Brasil.

Carro ElétricoAtualmente no Brasil, a frota de veículos inteiramente elétricos não chega nem a 80 unidades. Isso mesmo: menos de 80 veículos elétricos estão rodando pelas ruas do país (sem contar os veículos que tiveram a conversão artesanal para rodar a base de energia elétrica), sendo que 99% desse valor pertencem a companhias ligadas à venda e distribuição de eletricidade.

 

                       

Viabilidade

Apesar de terem grande autonomia (cerca de 120 a 160 km), os carros elétricos não são vendidos no Brasil. Ou pelo menos ainda não, visto que há interesse do governo Palio Weekend Elétricoem incentivar as vendas, mas soba condição de serem fabricados em território nacional.

Com o valor da gasolina, cerca de R$2,71, um carro que com uma autonomia de 10km/l, precisaria de, aproximadamente, R$44 para rodar os 160 km. Um gasto um tanto quanto alto, se compararmos com um veículo elétrico, que custaria algo em torno de R$12 a R$15 para percorrer o mesmo percurso.Reva i

Elétricos no Brasil

Os carros elétricos presentes em território brasileiro são: 57 unidades do Palio Weekend Elétrico (um pertencente à embaixada italiana), 09 unidades do indiano Mahindra Reva i, 03 unidades do norueguês Think City e 01 unidade do Mitsubishi i-Miev.

Até 2012 a Nissan espera firmar uma parceria com a Prefeitura de São Paulo para fornecer 40 unidades do i-Miev e Think Citymodelo Leaf, para integrar a frota da Companhia de Engenharia de Tráfego, a CET.

Solução dos problemas

O principal problema de existirem poucos carros, é a falta de pontos de carregamento, as chamadas “vagas verdes” em estacionamentos, além da falta de incentivo para as montadoras desenvolverem esse tipo de tecnologia no país, já que a capacidade elétrica no Brasil é bastante grande, proveniente das hidroelétricas.

Assim, caso queira adquirir um carro elétrico, existem duas opções: importar um desses veículos ou esperar a venda em massa e a popularização deles no país.

Nenhum voto, seja o primeiro


Amoedo
14/10/11



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook