Celulite infecciosa tem cura?

A celulite infeciosa, diferente da celulite tão temida pelas mulheres, é uma doença grave causada por bactérias que atacam a pele.

Mulher olhando no espelhoCelulite é uma palavra aterrorizante para as mulheres. Mas, além daqueles furinhos ocasionados pelo excesso de tecido adiposo, – pesadelo da beleza e estética – há uma doença chamada de celulite infecciosa. Chamada na realidade de fibro edema gelóide, a celulite infecciosa é um problema grave que se não tratado corretamente pode levar o indivíduo a óbito. A celulite infecciosa é causada pela presença de bactérias que penetram a camada mais profunda da pele, a hipoderme e a derme. Essas bactérias penetram o tecido subcutâneo através de ferimentos, machucados, frieiras, picada de insetos e acnes. Os microorganismos se proliferam e em pouco tempo inflamam todo o tecido subcutâneo.

Tem cura?

Médica e pacienteSim, a celulite infeciosa tem cura, desde que o tratamento seja seguido à risca pelo paciente e o diagnóstico seja precoce. Tomar as doses indicadas e nos horários certos é o necessário para que o tratamento a base de antibióticos tenha um resultado positivo, eliminando as bactérias. Mas, se o problema não for tratado precocemente é possível que o paciente apresente sequelas como cicatriz na região afetada e em casos mais graves pode chegar a uma infecção sistêmica e ao óbito.

                       

Sintomas comuns

pele com celulite infecciosaOs sintomas iniciais da fibro edema gelóide são febre de 38 graus e dores pelo corpo. Depois de algum tempo, os sintomas mais frequentes são manchas espalhadas por regiões como braços, pés, pernas e rosto, inchaço nos membros afetados, manchas avermelhadas e inflamação nos gânglios linfáticos.

Tratamento

Depois de detectado o problema é necessário que o paciente comece a tratar o quanto antes. O tratamento é feito de 7 a 10 dias e é a base de antibióticos para matar as bactérias presentes no organismo. O diagnóstico deve ser feito rapidamente para evitar que as mesmas penetrem na corrente sanguínea e possam levar o problema para outras regiões do corpo.

No Brasil 80% dos casos se manifesta nas pernas, mas em qualquer região afetada o diagnóstico precoce é imprescindível para a cura da doença.

Assuntos Relacionados

0 votes



Thaís
13/01/12



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook