Ciclo de Krebs função

O ciclo de Krebs ou ciclo do Ácido Cítrico tem como função oxidar os compostos formados para formar energia para o organismo.

Ilustração da enzima Citrato sintaseA principal fonte de energia para o organismo é a glicose ou carboidratos, como é comumente chamado. O catabolismo da glicose, sua síntese, estocagem e mobilização para fornecer energia são chamados de glicogênese ou gliconeogênese.

Mas, embora a glicose seja a principal fonte de energia para quase todas as células, ela não pode ser considerada o único combustível do metabolismo, por isso, na quebra da glicose para obtenção de energia, forma-se ATP e uma série de elétrons que são oxidados pelo Ciclo de Krebs ou Ciclo do Ácido Cítrico para formar mais energia para o organismo. Confira como funciona o Ciclo de Krebs e suas funções:

Ciclo de Krebs na mitocôndriaCiclo de Krebs o que é?

O Ciclo de Krebs é uma série de reações que servem para oxidar os grupos de acetil-CoA para formar 2 moléculas de CO2, fazendo com que a energia livre liberada seja conservada como compostos reduzidos a NADH e a FADH2.

Ciclo de Krebs função

A principal função do Ciclo de Krebs é oxidar os compostos. O Ciclo de Krebs é uma via de alta energia, pois produz três moléculas de NADH, uma de FADH2 e um composto de alta energia o GTP.

Ciclo de Krebs como funciona?

Esquema do ciclo de KrebsNos organismos aeróbicos, tanto a glicose, outros açucares, ácidos graxos e aminoácidos sofrem uma série de reações no organismo até serem oxidados. Entretanto, antes que essas substâncias entrem no ciclo, os esqueletos carbônicos são quebrados e formam o acetil-CoA, o composto mais importante do Ciclo de Krebs, que dará origem à energia necessária para o organismo. Mas, para isso há uma série de reações:

Primeira reação

Para que se inicie a primeira reação e iniciar a volta é preciso que o grupo acetila ou acetil-CoA transfira o seu grupo acetil para um composto com quatro átomos de carbono, chamado de oxaloacetato, formando assim o citrato, um composto com seis átomos de carbono.

Segunda reação

Após a formação do citrato, o mesmo é transformado em isocitrato, uma molécula com seis átomos de carbono.

Terceira reação

Entretanto, o isocitrato é desidrogenado, perdendo CO2, o que dará origem ao alfa-cetoglutarato, um composto com cinco átomos de carbono.

Quarta reação

O alfa-cetoglutarato também perde uma molécula de CO2, liberando um composto chamado de succinato, uma molécula com quatro átomos de carbono.

Mais sobre Ciclo de Krebs função

Quinta reação

O succinato, por ação de diversas enzimas em uma reação seguida de três passos dá inicialmente origem ao fumarato.

Sexta reação

O fumarato por ação de várias enzimas e a entrada de uma molécula de H2O dá origem ao malato.

Sétima reação

O malato, por sua vez, através da saída de uma molécula de H2 dá origem ao oxaloacetato, um composto com quatro átomos de carbono.

Oitava reação

O oxalacetato é o que dará início ao ciclo, pois é neste momento que o mesmo está pronto para reagir com uma próxima molécula de acetil-CoA, iniciando o ciclo novamente.

Entre as reações no Ciclo de Krebs há a formação de 3 moléculas de NADH que dá origem há 2,5 ATP cada uma, uma molécula de FADH2 que dá origem há 1,5 ATP e uma molécula de GTP que dá origem a um ATP.




Thaís
18/05/12

Mais informações por email.

Comentar sobre Ciclo de Krebs função

Destaque

Corpo lúteo na gestação

Corpo lúteo na gestação

Veja Também

Dicas para aumentar os resultados da academia em seu corpo