Ciclo do carbono na natureza resumo

O carbono é o quarto elemento químico mais abundante em nosso planeta, conheça seus ciclos dentro da natureza, o geológico e biológico.

Ciclo do carbono.Conhecido como o pilar da vida, o carbono é um dos elementos mais abundantes do nosso universo, presente em toda a atmosfera e nos organismos vivos é um elemento químico, que constitui várias substâncias, desde as mais frágeis até as mais resistentes e duradouras, como o grafite e o diamante.

Além destas características, o carbono desempenha grande função no uso industrial, pois contribui para a formação de hidrocarbonetos, recebendo destaque no petróleo, gás natural, óleos e na obtenção de diversos compostos originados do plástico. Atualmente, é um dos elementos químicos essenciais para o crescimento da eletrônica molecular e apresenta um ciclo notável biogeoquímico, classificado em geológico e biológico.

         

Ciclo geológico

Ciclo geológico do carbono.Conhecido também como ciclo lento originou-se há aproximadamente 4,55 bilhões de anos, com a colisão entre os meteoritos de carbono com a Terra. Seu funcionamento se dá quando o elemento dióxido de carbono presente no planeta, envolvido com água, forma o ácido carbônico, que se une vagarosamente com o cálcio e com o magnésio da atmosfera, compondo assim carbonatos. Quando ocorre a chuva, estes elementos são movidos para os mares, ficando guardados por muitos anos em seu leito de camadas, até que se formem rochas sedimentares. Em um processo chamado subducção, essas rochas são atraídas ao manto terrestre, sofrendo pressões e temperaturas elevadas, transformando-se assim em dióxido de carbono novamente, sendo transferido para atmosfera através de erupções vulcânicas, terminando-se o ciclo geológico.

Ciclo biológico

Ciclo biológico do carbono.Ao contrário do geólogo, este ciclo é considerado rápido, considerando-se que a restauração do carbono acontece a cada vinte anos. Por meio do processo de fotossíntese, as plantas consomem energia solar juntamente com dióxido de carbono, compondo oxigênio e hidratos de carbono, que auxiliam em sua respiração e também em seu desenvolvimento. Desta maneira, devolvem biologicamente o carbono para a natureza, a qual também desempenha papel importante na respiração dos animais terrestres. Quando a fotossíntese ultrapassa a respiração, ocorre a remoção de carbono, em que substâncias orgânicas concebem depósitos sedimentares, que na falta do oxigênio, convertem-se em combustíveis fósseis. Ainda dentro deste ciclo encontramos três reservatórios de carbono que podem ser chamados de stocks, são eles: terrestre, atmosfera e oceanos. Através deles, é que os processos de fotossíntese e respiração ocorrem adequadamente.

O carbono é o quarto elemento químico mais farto em nosso universo, por isso o ciclo do carbono e tão valioso não só para a natureza, como também para todos nós seres humanos.

Assuntos Relacionados

0 voto





Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook