Cólicas em bebês o que fazer?

A cólica é muito comum entre os recém-nascidos. Adotar alguns hábitos ajudam a amenizar a dor e o sofrimento de pais e filhos.

Bebê chorando com cólicasDepois dos nove meses acolhendo um bebê dentro de você e de passar por todo procedimento cansativo do parto, é hora de mãe e filho se reconhecerem e conviverem juntos. Os primeiros meses de um bebê é uma etapa complicada, pois ele está se adaptando a esse novo mundo. Problemas com o sono e, principalmente com as cólicas são comuns até o terceiro mês. Mas, mudanças nos hábitos podem aliviar as dores tão incomodas a pais e filhos.

Como saber se o choro é de cólica?

Bebê chorandoSe o bebê está alimentado e com a fralda seca, é bem provável que seu choro seja fruto de uma cólica. Movimentos como encolher e esticar a perninha, choro estridente e rosto vermelho, são sinais de que ele está com as incômodas cólicas.

         

Causas

O sistema digestivo do recém-nascido ainda é muito imaturo, o que faz com que as paredes intestinais contraiam e relaxem sem controle, podendo resultar em gases que levam as cólicas, além disso, ele agora está recebendo alimentos que é o leite materno, o intestino precisa funcionar para digeri-lo.

O que fazer?

mae fazendo massagem em bebeNa hora de mamar, a melhor posição é inclinada, assim dificulta que engula ar durante as mamadas provocando a formação de gases e gerando cólicas. É importante também que você faça-o arrotar e se ele dormir coloque-o na posição de lado. Fazer compressas de água morna, movimentos com as perninhas como se ele estivesse pedalando e a famosa massagem com movimentos circulares e com as mãos aquecidas ajudam a diminuir o desconforto da dor.

Nas crises de cólica procure ambientes calmos e relaxantes para não aumentar ainda mais o estresse. Não utilize chás para amenizar a situação, só o pediatra poderá prescrever algum tipo de medicamento se necessário. Alimentos condimentados, chocolates, sucos cítricos e cafeína devem ser evitados pelas mães que amamentam. Mas o principal, tenha calma, pois tudo isso são fases naturais da vida de qualquer criança.

0 voto



Juliana
28/11/11



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook

X
Curta a página