Colonização inglesa da América do Norte

Os ingleses colonizaram tardiamente o continente norte americano, porém a instauração de seus sistemas de produção foi bem sucedida.

Pintura sobre dominação inglesa na América do NorteAs características da incursão inglesa durante o processo de colonização são, em grande parte, diferentes dos traços que denotam a estratégia colonial mostrada pelos espanhóis e portugueses. Dentre algumas importantes diferenças, vale a pena citarmos a colonização tardia, a ocupação de natureza espontânea nos territórios e as táticas alternativas de logística, por conta das características únicas do litoral norte-americano. Conhecer o período histórico da colonização e os diferenciais citados acima é importante para chegarmos a uma compreensão mais específica sobre como aconteceu a colonização inglesa nos países da América do Norte.

Contexto histórico

Pintura de Soldado InglesA Inglaterra ingressou definitivamente no sistema de economia mercantilista durante o governo da rainha Elizabeth I, que regeu o país de 1558 a 1603. No período, houve grande investimento na construção de novos tipos de embarcações e abertura dos portos, com aportes financeiros que tinham a intenção de fortalecer o comércio marítimo do país. Na época, houve grande ascensão da pirataria, que se transformou em uma grande fonte de lucros através dos assaltos a navios espanhóis que viajavam do Caribe até a Europa. Ao mesmo tempo, tentativas mal sucedidas de colonização da América do Norte eram feitas pelos ingleses. As três primeiras expedições, comandadas por Walter Raleigh, foram consideradas um grande fracasso.

                       

A Colônia de Virgínia

Pintura sobre Integrantes da sociedade inglesaA organização, fundada em 1607, é de extrema importância no processo de colonização da América do Norte. Institucionalizados, membros da sociedade inglesa conseguiram instaurar a chamada política de cerceamentos, que expulsou definitivamente os pequenos agricultores de suas propriedades. Os agricultores, então, passaram a ter a necessidade de buscar novas possibilidades na recém-descoberta América, chamada pelos ingleses de Novo Mundo. Conflitos religiosos fizeram, também, com que puritanos ingleses migrassem para a América, e estava formada a primeira população do continente recém-desbravado.

O desenvolvimento

Ilustração sobre Comércio TriangularNo início do século XVII, um navio saiu da Inglaterra tendo em sua população um grupo de pequenos burgueses, comerciantes, artesãos, camponeses e alguns pequenos proprietários que tinham interesse em habitar uma terra onde poderiam praticar o protestantismo e prosperar de forma livre. Foi fundada, então, a colônia de Plymouth, que rapidamente se transformou em Nova Inglaterra. O desenvolvimento, a partir daí, aconteceu de forma natural e as grandes dificuldades decorrentes da implantação da nova sociedade fizeram com que fosse instituído um sistema sólido e próspero, apesar de tardio.

A economia da colônia era baseada, principalmente, no uso de mão de obra livre das pequenas propriedades, no sistema de plantations com adoção da mão de obra escrava oriunda da África, e no desenvolvimento de centros comerciais manufatureiros. Tais colônias vigoraram em sua produção até o período do fim da dominação britânica, com a independência dos EUA.

Nenhum voto, seja o primeiro



Amoedo
11/04/12


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook