Como evitar bullyings

Entenda o que é bullying, os motivos que levam alunos a praticarem e como evitar que isso aconteça em sua escola ou próximo de você.


Alunos e professores mostrando placa contra o bulling.Todo e qualquer ambiente escolar pode apresentar esse tipo de problema. As escolas que afirmam não ter bullying ou não sabem o que é ou estão mascarando sua existência. Uma das perguntas que mais vem sendo realizadas por profissionais da educação é como evitar o Bullying dentro das escolas.

Mas qual é o significado do termo Bullying? Bullying é a agressão física ou psicológica, atos intencionais e repetitivos praticado por uma pessoa ou um grupo de indivíduos com a finalidade de agredir ou intimidar outra pessoa ou grupo, esta outra pessoa ou grupo geralmente são incapazes de se defender de tal agressão. O agressor ou bullie como é chamado, em muitos casos, foi ou é vitima de bullying provocado por outra pessoa ou grupo. Geralmente agressores possuem a personalidade autoritária com grande necessidade de controlar ou dominar.

         

Ajuda dos pais

Pai e filho conversando.Os pais possuem um papel muito importante. Devem ficar atentos a quaisquer sinais que possam denunciar o bullying, já que seu filho pode estar sendo a vitima ou até mesmo vitimando alguém. Por isso os pais devem estar atentos a alguns fatores como, aumento da agressividade do filho, isto pode revelar que ele pode ser o possível agressor e desta forma não ter a consciência do sofrimento que causa em outra criança, o vigie com maior atenção, mas não se torne um super protetor.

Sintomas

Crianças zombando de amiga na escola.Os sintomas que podem evidenciar que seu filho está sofrendo bullying na escola envolvem reações como dor cabeça, de estômago, insônias e vômitos frequentes. O isolamento, baixo rendimento escolar, briga entre irmãos e autoagressão são também resultados do bullying, Desta maneira, estes problemas podem ser percebidos quando há uma adequada atenção voltada para seu filho.

A maioria dos casos de bullying infelizmente não acabam bem, pela mídia é possível acompanhar ocorrências diferentes causadas pela violência físico-psicológica, o suicídio de adolescentes é um exemplo disto. Os pais devem estar sempre atentos por estes e outros motivos à mudança de comportamento dos filhos. Se por acaso ele não lhe informar nada, procure levá-lo a um médico específico, como por exemplo, um psicólogo, pois seu filho pode não ter se sentido à vontade em lhe contar o problema que ocorre na escola.

Assuntos relacionados

0 voto



Mayara
29/06/11


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. temos que acabar com isso infrendando a situação e acabando com esse ato

    Andressa
    14/08/12 às 15:04
  2. infelizmente o bulling pessoas acham que e so diversao ficar soando os outros 

    felipe
    25/04/12 às 9:59
  3. infelizmente isto tudo se dar devido a falta de valorização do ser humano,a modernidade tem afastado os vinculos familiares,a concoreencia desenfreada pelo bem estra social ,contribui e muito prar este desafeto,se perpetuar.

    izabel cristina campos da silva ribeiro
    02/02/12 às 14:52
  4. Olá,infelizmente perdi um sobrinho vítima de bulling,ele se matou com um tiro na cabeça dia 2 de fevereiro de 2010.
    Eu tbm sempre sofrí bulling e sofro no trabalho até hj,sou uma pessoa arredia e sofro muito mais sou uma senhora e tenho Deus comigo por isso ainda sobrevivo.Para essas pessoas que gostam de tirar sarro na cara das outrs deviam pensar bem porque eu sou velha mais as crianças não tem capacidade piscológica de suportar bulling.Um abraço a todos e pensem nisso.

    sandra
    18/11/11 às 21:14
  5. 0 trabalho sobre o bullyng é muito inportante prara as pessoas que sentem os sintomas,com ajudas de tods em volta a pessoa pode conseguir lutar contra esse problema na sua vida.Obullyng ele pode até levar a morte……….

    daniela
    29/10/11 às 9:45

X
Curta a página