Diferença sono REM e não REM

Os dois principais estágios do sono são diferenciados pelo REM, sigla em inglês para a atividade de movimentação rápida dos olhos.

Mulher deitadaAlgumas dúvidas surgem quando buscamos comparar o sono REM e não REM. Antes de esclarecermos, há a necessidade de compreender como se faz o sono. Definido como um estado de consciência em que há repouso normal e periódico, o sono é na verdade subdividido em cinco diferentes estágios, caracterizado por ciclos que possuem duração média de 90 minutos cada. O número de ciclos ocorridos por noite varia de acordo com o tempo de sono e a idade da pessoa.

Em geral, um jovem tem seu sono composto por quatro ou cinco ciclos, que são divididos em dois tipos: os NREM (não REM) e os REM. A sigla vem do inglês que traduzido significa “Movimento Rápido dos Olhos”, utilizada para denominar o estágio por conta desse movimento, que é um dos subprodutos naturais do processo de sono.

                       

Sono NREM o que é?

OlhoA fase NREM é a que não manifesta a movimentação rápida dos olhos. Responsável por 3/4 do tempo do sono, incide em 4 dos 5 estágios do repouso. No primeiro estágio, de aproximadamente 5 minutos, são gerados pensamentos incertos e vagos, alguns espasmos nas mãos e nos pés e dilatação nas pupilas. As ideias que vêm à mente podem ser captadas conscientemente, apesar de vagas e, sempre tem relação com atividades vividas em um passado recente. Nos estágios 2 e 3, o sono tem sua profundidade aumentada até o ciclo 4, no qual é muito difícil ser acordado. Após alcançar esse estágio, a pessoa voltará progressivamente até o ciclo 2, sendo aumentada a dificuldade para despertar. Chegando novamente no segundo estágio, começa a ser preparado o sono REM. É importante sabermos da importância desse período do sono, pois é nele que são liberadas grandes quantidades do hormônio do crescimento. O período NREM é, comprovadamente, a principal etapa de conservação e recuperação da energia física.

Sono REM o que é?

Surfers Dream, de Josephine WallApós ir e voltar por todos os ciclos do NREM, começa a acontecer uma intensa atividade cerebral, paralelamente a um tipo de paralisia muscular. Aqui, a atividade é parecida com a do primeiro ciclo do sono, apesar de haver um mais baixo índice de consciência. É na fase REM que surgem os sonhos e a atividade onírica aparece, deixando marcas na lembrança principalmente nos casos de situações emocionalmente agudas, como o medo e o prazer intenso. A duração do REM corresponde a, aproximadamente, 1/4 do tempo de sono, aparece em intervalos de cerca de 90 minutos. Pesquisas apontam que nessa etapa, a regeneração psicológica acontece de maneira forte, sendo a fase REM a mais importante para a recuperação mental do indivíduo.

Quando não nos lembramos de um sonho, geralmente é porque acordamos antes de alcançar a fase REM. Para ter um sono mais tranquilo e dias mais produtivos, vale a pena investir em um bom isolamento sonoro para o quarto, assim como desligar todos os aparelhos eletrônicos, que povoam o ambiente com seus “leds” e ruídos. Também evite acender abruptamente a luz após acordar, preferindo sempre criar uma progressão de luminosidade no começo do dia.

Leia mais sobre o sono

Nenhum voto, seja o primeiro



Amoedo
23/08/12


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook