Doenças transmitidas pela água resumo

Sabemos da importância da água em nossa vida, mas a consequência de nosso descaso com sua conservação nos faz pagar com nossa saúde.

água em vidroDesde a infância nos ensinam que a água é o bem mais importante para a sobrevivência do ser humano e de outros seres. Mas a falta de consciência das pessoas com a sua conservação faz com que em alguns casos esse benefício se torne um pesadelo. Entre tantas consequências estão a falta de água potável e a contaminação, que pode acarretar doenças para o ser humano levando até mesmo a morte. Em uma pesquisa foi constatado que cerca de 30 mil pessoas morrem diariamente no mundo por consequência da transmissão de doenças pela água. Vejamos as principais.

Cólera

criança africana com cóleraA doença é originaria da Índia e de Bangladesh e se espalhou pelo mundo no ano de 1817, chegando ao Brasil em 1885. É uma doença infecciosa que ataca o intestino provocando a eliminação de uma grande quantia de água e sais minerais, causando desidratação no indivíduo. A bactéria conhecida como Vibrio Cholerae pode ficar incubada no organismo de um a quatro dias. Seus principais sintomas são cólicas abdominais, náusea, vômito e diarréia constante.

                       

Hepatite

pessoa hepatite icteríciaTem como consequência inflamação do fígado, que pode ser provocada por água contaminada e por vários tipos de vírus. Possui sintomas parecidos com os da gripe mais a coloração amarelada que a pele adquire com a doença chamada Icterícia. Geralmente as hepatites transmitidas por água e alimentos contaminados são do tipo A e E. As pessoas que já contraíram essa doença não podem fazer doação de sangue porque a doença pode ainda estar no organismo mesmo que não tenha nenhum sintoma.

Esquistossomose

esquistossomose larvaÉ transmitida por um verme chamado esquitossomo que se instala nas veias do intestino, provocando diarréia, barriga d’água e problemas em outros órgãos do corpo. Este verme solta pequenos ovos que são expelidos pelas fezes e se não houver rede de esgotos ou fossa podem chegar a lagos e rios nos quais esses se transformam em larvas e penetram em caramujos (Planorbídeo), para se reproduzir e soltar mais larvas, chamadas de Cercária.

Para saber mais acesse o site Só Biologia.

6 votes



Ariane
26/10/11



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook