Erros mais comuns de português

"Menas, seje, entrar pra dentro": Não cometa essas gafes que podem atrapalhar muito sua carreira profissional e acadêmica.

Lousa e gizÀs vezes, vemos algo escrito de forma errada e acreditamos que aquilo é certo. Sem perceber, passamos então a escrever a palavra daquele jeito e também a cometer o mesmo erro. Não é raro encontrarmos erros de português, e até mesmo profissionais da área cometem alguns deslizes na hora de elaborar um texto. Alguns desses “escorregões” são mais frequentes e, por isso, deve-se ter mais cuidado com eles. Seguem algumas dessas “pérolas”:

Erro

“Seje”, como em: “Seje” mais cauteloso.
Forma correta – Seja mais cauteloso: O verbo “ser” nunca pode virar “seje”. Essa palavra não existe no dicionário brasileiro e não quer dizer nada na língua escrita. Tal erro é um dos que chegam a perfurar os olhos de um leitor mais cuidadoso, portanto, elimine o “seje” do seu vocabulário. Sempre use, nesse caso, o Seja.

                       

Erro

“Menas”, como em: Use “menas” gírias.

Professor PasqualeForma correta – Use menos gírias: Erro muito cometido por quem também comete o Erro 1, por também ser uma invenção de palavra. A palavra “menas” não existe na forma escrita do português. Menos nunca vira “menas”, mesmo quando relacionado com uma palavra feminina. O correto é: Tenha menos culpa, faça menos perguntas, recuse menos propostas.

Erro

“Fazem” dez anos, “Houveram” muitas mudanças.
Forma correta – Faz dez anos, Houve muitas mudanças: O verbo fazer, quando indica tempo, nunca muda de forma. Ele é chamado de verbo impessoal. Outro verbo assim é o há.Este, quando significa existir, também nunca alterará sua forma.

Erro

Fiz este trabalho há dez anos “atrás”.
Forma correta – Fiz este trabalho há dez anos: O verbo há, nesse caso, já mostra que o evento é passado. Colocar “atrás” configura pleonasmo, assim como “subir para cima”, “entrar para dentro” e “sair para fora”.

Erro

“Mal gosto”, “Mau cheiroso”.
Forma correta – Mau gosto, Mal Cheiroso:
Aqui, devemos decorar uma regra: mau é o contrário de bom e mal é o contrário de bem. Simples.

Erro

“Existe” pessoas belas e feias.
Forma correta –Existem pessoas belas e feias: O “existe” é diferente do “há” e flexiona seu tempo de acordo com o sujeito da frase. Se o sujeito estiver no plural, o “existe” deve virar “existem”.

Erro

Eu prefiro frango “do que” bacon.
Forma correta – Eu prefiro frango a bacon: Sempre se prefere uma coisa a outra. Essa questão é de regência, se você tiver dificuldades com esse tipo de afirmações, procure o termo no Google. Lá, existem diversas aulas disponíveis.

 

Todos os que desejam escrever melhor devem assistir a série de vídeos “Análise Sintática Fácil e Descomplicada”, no Youtube (o primeiro vídeo está disponível, logo abaixo):

Análise Sintática Fácil e Descomplicada - Parte 1

O português não é um bicho-de-sete-cabeças; basta prestar atenção na hora de escrever e sempre buscar reler os textos produzidos, fazendo uma verdadeira “caça aos erros”. O tempo gasto com certeza vale a pena e evita constrangimentos.

Nenhum voto, seja o primeiro



Amoedo
28/07/11



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook