Espinhas no rosto como tratar

Um drama entre os adolescentes, as espinhas no rosto causam muitos constrangimentos e exigem tratamento para os que se importam com elas.

Menina apontando para espinha em seu próprio queixoAs espinhas são mais frequentes nos jovens; porém, elas podem surgir em qualquer pessoa. As espinhas surgem no momento em que a glândula sebácea, localizada na segunda camada da pele, produz mais sebo do que o normal. Isso faz com que o excesso se deposite no folículo piloso, canal por onde sai o pelo. O ar, então, entra no poro causando oxidação do sebo, e assim se forma o cravinho preto. Com o acúmulo de oleosidade na superfície, causado pelos protetores solares oleosos ou cosméticos mal retirados, o poro se fecha, mas o sebo continua sendo produzido. Sem ter por onde sair, ele inflama e assim surge a acne de aparência avermelhada. Bactérias entram, então, no folículo, dando início a um processo infeccioso. Quando muitos folículos infectados estão juntos, surge a acne cística, que é a mais grave, apresentando nódulos, depressões e pus.

Tratamento

Creme antiacne Loreal Pure Zone Deep ControlPara tratar as espinhas no rosto, existem no mercado vários produtos que atuam nas glândulas sebáceas, inibindo a produção do sebo. Os secativos contêm cicatrizantes como óxidos de zinco e enxofre, que secam a lesão. Existem também os clareadores, que previnem e clareiam marcas e manchas muitas vezes deixadas pela acne; no entanto, a melhor alternativa são as máscaras, que possuem poderes desencrustantes e cicatrizantes, além de manter a umidade natural da pele. Com isso, elas ajudam no combate às bactérias, causadoras de cravos e espinhas.

                       

Mulher lavando o rostoOutro tratamento adequado para as espinhas é realizar uma limpeza profunda ao menos uma vez por mês, pois a limpeza afina a superfície, retira as células mortas e desobstrui os poros. Tomar dois litros de água por dia e limpar a pele adequadamente hidrata e aumenta a resistência a ataques como o das bactérias que causam a acne. Procurar um dermatologista nunca é demais, pois receber uma orientação médica sobre o assunto é sempre aconselhável, já que o especialista irá prescrever uma fórmula personalizada para cada caso.

Portanto, as espinhas não são nada boas e, principalmente, comprometem a beleza do rosto de todas as pessoas; porém, existe como tratá-las, para manter o rosto do problema.

2 votos



Mayara
27/06/11



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
    Maria Luiza - 22/06/2014

    tenho muitas espinhas no rosto nao aguento mais ficar com els no rosto inteiro o que eu faço

    candida - 19/02/2014

    tenho muitas espinhas em todo o corpo . queria uma receita para mim fazer em casa.

    walleson silva ferreira - 07/06/2013

    muitobom