Estalar os dedos faz mal?

O hábito de estalar os dedos é comum entre as pessoas, mas com frequência o hábito pode causar sérios problemas nas articulações.

Moça com as mãos no rostoMuitas pessoas tem o hábito de estalar os dedos a todo o momento, entretanto, muitos não sabem se o hábito de estalar os dedos é prejudicial para os ossos das mãos ou não.

A mania de estalar os dedos de maneira repetitiva pode causar sérios problemas nas articulações e nos ossos das mãos e até mesmo dos pés e, dependendo da frequência, é possível gerar inflamação nas articulações.

                       

Consequências

Moço estalando os dedosOs estalos nos dedos fazem mal sim, entretanto, não causam lesões mais sérias em indivíduos normais que não sofrem com nenhuma anomalia nos ossos ou articulações. Mas, com o passar do tempo e o hábito frequente, os estalos influenciam em uma produção maior de líquido interno entre as articulações, o que pode causar problemas como perda de flexibilidade, lesão na cápsula da articulação, dor e perda da força nos dedos.

Por que os dedos estalam?

Moça estalando os dedos O estalo dos dedos acontece porque há uma interação entre o fluido sinovial, o qual tem a função de lubrificar as articulações e os ossos. O ruído do estalo acontece quando os ossos das articulações se separam, alongando o tecido conectivo, causando uma descompressão do fluido, movimentação das articulações e dos ossos e a formação de gases que se depositam na cápsula da articulação, que no próximo estalo faz um barulho intenso entre os ossos e trazendo a tão desejada sensação de alívio.

Além dos dedos, muitas pessoas têm o hábito de estalar outras articulações do corpo como costas, cotovelos, joelhos e ombros. E, assim como nos dedos, essas regiões também estão suscetíveis a sofrer com os problemas já citados acima, por isso, se quiser obter o relaxamento através do estalo da articulação, procure um profissional especializado para que não haja danos maiores. Se você tem a mania de estalar os dedos e outras articulações e sente dores, procure um especialista para obter um diagnóstico mais preciso sobre o problema.

Nenhum voto, seja o primeiro



Thaís
15/03/12


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook