Gírias antigas e seus significados

E aí broto? Tudo supimpa? Então não deixe de conferir esta seleção das gírias mais ditas pelos nossos avós, moro?

Gírias antigasNão é de hoje que, ao andar na rua ou conversar com um amigo, nós ouvimos algumas gírias, não é? Mas o que são as gírias? Consideradas um fenômeno linguístico, as gírias são utilizadas por determinado grupo ou comunidade, classe social ou cargo trabalhistas, a gíria é uma expressão de uso informal para expressar palavras ou expressões formais da língua. As gírias modificam-se de acordo com a época em que são usadas, como “bicho”, ou “grilado”, que eram utilizadas nos anos 60.

Gírias mais usadas

Ovelha das gíriasBacana: Algo legal ou alguém gente boa. O mesmo que “supimpa”;
Lá pros Cafundó: Muito longe, distante; Dindin: Dinheiro, grana;
O quinto dos infernos: Lugar muito longe;
Tempo da onça: Algo antigo. Assemelha-se a “Arco da velha” e “do fundo do baú”;
Broto: Menino(a) novo(a) ou bonito(a);
Tirar as barbas de molho: Mover-se. Dito para alguém que está há muito tempo parado.
Serelepe: Alguém agitado, safado, perspicaz, esperto.
Caramba! Expressão de espanto ou surpresa, no mesmo sentido de “Poxa vida!”;
Matar cachorro a grito: Fazer algo inacreditável, aterrorizar.
Na capa da gaita: Cheio de coisas para fazer. O mesmo que “Com a corda no pescoço”;
Amigo da onça:  Traidor;
Chorumelas: Choro desnecessário, frescura;
Batata: Algo fácil. Por exemplo: “Andar de bicicleta é batata”. Também pode ser utilizada para sugerir que uma coisa “é certa”;
Toró: Tempestade, chuva forte. Usado na expressão: “Vai cair um toró!”;
É de lascar: Situação complicada;
Duro na queda: Intransigente, que não abre mão, teimoso, difícil de tratar;
Trinques: Usado na expressão: “tá tudo nos trinques”, para designar “manter tudo nos devidos conformes.”;
Tirar água do joelho: Urinar, fazer xixi;
É o fim da picadaMandar brasa: Continuar, ir em frente;
Deus nos acuda: Expressão que designa uma situação difícil ou complicada;
Marcar toca: Bobear, vacilar;
Firme na paçoca? Saudação
Sebo nas canelas: Quando manda alguém ir rápido, apressar-se.
Mais faceiro que ganso em taipa de açude: Felicidade extrema.
No pó da rabiola ou estar só o pó: Cansado, sem ânimo.

                       

As gírias podem ser utilizadas em quase todas as situações informais. Portanto, não chegue “cheio de marra”, dizendo gírias, “todo faceiro” numa entrevista de emprego, ou numa reunião com seu chefe, “morô bicho”?

Nenhum voto, seja o primeiro



Amoedo
17/06/11



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
    juliana - 02/07/2013

    e legal essas girias

    herbert rodrigues - 11/06/2013

    isso me ajudou no trabalho valeu pow

    maria atila... - 09/05/2013

    isso me ajudou muito... adoreii essa pesquisa.. é muito massa.... mano morô??????????