Hepatite C sintomas tratamento e prevenção

A hepatite C apresenta sintomas somente em sua fase aguda. Por isso toda prevenção e informação contribuem para um diagnóstico precoce.

Jovem pensativoEstima-se que no Brasil viva quase dois milhões de portadores de hepatite C. A doença é um vírus que provoca uma inflamação no fígado que se não tratada pode conduzir á cirrose ou insuficiência hepática, que é quando o fígado tem suas funções totalmente comprometidas.

A hepatite c é uma doença é silenciosa e só apresenta sintomas quando está avançada, por isso toda informação é bem vinda para nos ajudar na prevenção.

                       

Transmissão e Sintomas

pessoa com corte no dedoA hepatite c é contagiosa, sendo que seu principal meio de transmissão ocorre através do sangue, basta uma pequena quantia infectada para a transmissão, que pode ocorrer através de cortes, ferida ou no uso compartilhado de seringas. É pouco provável que o sexo ou o beijo transmita a hepatite, porém o contagio pode ocorrer se houver, por exemplo, feridas abertas que entrem em contato com sangue contaminado. É importante ressaltar que o vírus não se pega através de uso de talheres, louça, aperto de mão, enfim no convívio social. O grande problema é que a doença só manifesta no seu estágio agudo, quando apresenta sintomas como febre, mal estar geral, perda de apetite, dores no fígado e olhos amarelados, que pode evoluir para um quadro de hepatite c crônica, antes disso porém, o portador sente-se saudável.

Tratamento

Médica com estetoscópioÉ possível diagnosticar a doença precocemente através de exames de sangue, iniciando um tratamento rápido as chances de cura são grandes, porém ainda se questiona se a hepatite c tem cura. O tratamento dura cerca de seis meses feito a base de medicamentos injetáveis. O único incômodo é que ele provoca efeitos colaterais indesejáveis como depressão, cansaço extremo, febre e náuseas. Mas apesar disso 50 % dos casos são revertidos.

Prevenção

Utensílios para manicurePara se prevenir alguns cuidados são indispensáveis como não partilhar lâminas, tesouras, alicates de unha, entre outros objetos de uso pessoal. O ideal é levar seu próprio kit na hora de fazer a manicure. Mesmo pouco provável o contágio por via sexual o uso de preservativos continua sendo a única medida para evitar doenças sexualmente transmissíveis, por isso indispensável.

Mantenha-se sempre atento, pois o vírus é muito resistente e consegue sobreviver até uma semana. Lembre-se sempre, prevenir é o melhor caminho.

Assuntos Relacionados

Nenhum voto, seja o primeiro



Juliana
05/01/12



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook