Índios Guarani resumo

História dos índios Guarani, primeiro povo a habitar o território brasileiro, os movimentos de revolta da época e a condição atual.

Indios GuaraniAs primeiras populações encontradas nas regiões litorâneas do sul e do sudeste do Brasil foram os Guaranis. Encontradas pelos europeus no início do século XVI, a população Guarani chegava próximo ao número dois milhões de indígenas. O navegador espanhol Juan de Solis, foi quem comandou a primeira expedição europeia ao entrar no Rio da Prata, o estuário do Paraná ou Paraguai, acompanhado pela expedição de Sebastião Caboto, somente em 1537 Gonzalo de Mendonça chegou ao Paraguai, pelo território do Sul do Brasil. As expedições avançavam continentes adentro, encontrando diferentes populações Guarani em territórios adjuntos aos quais os espanhóis deram o nome de províncias, nomeando conforme as populações que encontravam. Foram denominadas “Guaranis” todas as populações que falavam a mesma língua, entendida por todas as províncias, muito semelhante à língua falada por índios Tupi.

Movimentos

Pintura de índios em confrontoNesta época da colonização, foram registrados movimentos de extrema revolta por muitos administradores, incentivados pelos xamãs-profetas (espécie de sacerdote, curandeiro, conselheiro ou adivinho) os Karaí que com sua influência convenciam multidões a deixarem as vilas da colonização espanhola para que saíssem dançando e cantando, recebendo a liberdade na prometida Terra Sem Males. Um movimento liderado pelo Karaí Oberá colocou em risco o projeto de colonização espanhola em Arambaré, pois em todos os lugares em que Oberá passava era seguido pelos indígenas, que após conhecê-lo recusavam-se a servir os espanhóis. Outro movimento que ficou conhecido como luso-paulista das Bandeiras, caiu como flagelo nas populações Guarani, por seu caráter puramente escravocrata atingindo primeiramente os que habitavam territórios próximos ao rio Paranapanema, avançando mais e mais. Aos que sobreviviam não restavam muitas opções ou levantavam-se contra as nações europeias que dominavam seus territórios, iniciavam grandes peregrinações procurando proteção em florestas e pântanos distantes ou aceitavam a pacificação, tornando-se escravos e servos dos espanhóis ou dos bandeirantes.

         

População reduzida

Integrantes da tribo GuaraniEm 1640 a região do Paranapanema estava completamente despovoada, seus habitantes haviam desaparecido, muitos escravizados pelos bandeirantes, enquanto outros fugiram buscando abrigo em territórios e florestas no Sul. É muito provável que alguns acabaram sendo encontrados em fuga por membros da Companhia de Jesus, outra parte foi convencida a procurar abrigo em suas Reduções. Os Jesuítas agiam convertendo a maior parte possível dos indígenas a mudarem seu estilo de vida, aceitando a religião católica.

Em 1743 aproximadamente 142 mil índios moravam nos povoados missioneiros, com o aparecimento de novos xamãs-profetas criou-se um grande obstáculo para conquista espiritual, com medo que o movimento crescesse, os Jesuítas pregavam aos índiosÍndios guarani dançando que os Karaí eram demônios e feiticeiros.
Depois de tantas trajetórias apareceram novas distinções culturais entre os Índios, como os Guaranis Missioneiros que a partir de elementos jesuíticos deram forma e cor à utopia cristã-ameríndia das Missões.
Atualmente populações Guaranis vivem em pequenas reservas, geograficamente isolados, vivendo economicamente da confecção e venda de artesanatos e embora a população indígena tenha sido quase que dizimada devida a ocupação política, as tribos existentes ainda procuram manter fortemente vivas a unidade linguística e cultural de sua etnia.

1 voto



Mayara
30/06/11



Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. muitooooooooooooooooo Bommmmmmm Ameeeeei

    andressa
    20/06/13 às 11:29

X
Curta a página