Noite de São Bartolomeu na França

Muitos ataques sangrentos ocorreram na história como o que aconteceu na noite de São Bartolomeu na França, conheçam a história.

Retrato da noite de São BartolomeuChamado especificamente de Massacre da Noite de São Bartolomeu, foi um acontecimento ocorrido nos dias 23 e 24 de agosto de 1572, na cidade de Paris e recebeu este nome por ter sido um incidente sangrento dos católicos contra os huguenotes – grupo de defensores calvinistas da França, que aconteceu justamente no dia de São Bartolomeu. Este massacre causou centenas de mortes, sendo os cadáveres lançados nos rios, por esse motivo a população não se alimentava de nada que vinha das águas, conheça a história da noite de São Bartolomeu.

História

Filme a rainha MargotA morte do povo huguenotes, foi preparada pela Casa Real Francesa, iniciado no mês de agosto, estendendo-se até outubro, começando por Paris e seguindo para as demais cidades da França, como Toulouse, Bordéus e Lyon, exterminando cerca 100 mil protestantes.

                       

No ano de 1572, depois do casamento de Marguerite de Valois, irmã do rei francês Carlos IX, com Henrique de Navarra, líder dos huguenotes, foi criado um acordo entre os católicos e protestantes, para que a rivalidade entre eles pudesse se acalmar e fortificar o reinado de Henrique. Porém, no dia 22 de agosto, um católico chamado Maurevert, que tinha o cargo de agente e obedecia as ordens de Catarina de Médici – mãe do rei francês, tentou matar Gaspard de Coligny – chefe dos huguenotes em Paris, não conseguiu, porém esse fato gerou muita raiva em todos os protestantes. Na madrugada do dia 24 de agosto, dia de São Bartolomeu, o ataque começou em que muitos huguenotes foram surpreendidos e assassinados a mando da família real.

A história da noite de São Bartolomeu já foi relatada por vários escritores, como no livro: A Rainha Margot – Alexandre Dumas, também em filme nos cinemas e até em citação em canções.

Assuntos Relacionados

Nenhum voto, seja o primeiro





Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook