Nomes de comidas brasileiras

Conheça alguns nomes de comidas típicas brasileiras e se encante pela história e tradição de um país rico em diversidade culinária.

Bandeira do BrasilAs comidas brasileiras são sucesso em todo o mundo e muitos estrangeiros vêm ao Brasil somente para conhecer o sabor e o toque especial da comida tropical. A culinária do Brasil é uma verdadeira mistura de culturas, pois une o toque especial de índios, africanos e europeus resultando em uma combinação colorida e apreciada, atraindo tantos paladares e gostos.

Um exemplo é a feijoada, uma das comidas brasileiras mais conhecidas em todo o mundo. O prato foi criado pelos escravos, era composta originalmente por restos de comidas como miúdos de porcos dos senhores para os escravos, esses acrescentaram o feijão preto e um tempero a mais que acabou se tornando um dos pratos mais apreciados em todo o país. Além da feijoada existem muitas outras comidas brasileiras deliciosas.

                       

Confira alguns nomes dessas comidas deliciosas que encantam todos que apreciam.

Nomes de comidas brasileiras comuns

Feijoada

As comidas brasileiras são consideradas bastante nutritivas, pois são compostas de muitos grãos, sementes entre outros que fazem da alimentação dos brasileiros bastante rica. Cada estado do nosso país possui seus pratos típicos, que são feitos tendo por base antigas tradições que são passadas de geração para geração.Entre as comidas típicas do nosso país, algumas merecem ser citadas por serem as mais comuns e conhecidas.

Um exemplo é a famosa feijoada, o tutu de feijão, a linguiça, a moqueca capixaba, comidas típicas da região Sudeste do país, assim como o pão de queijo, comida de origem mineira, mas que é famosa por todo o país. Já na região Sul nada é mais tradicional que o churrasco gaúcho, comida que é também costumeira em toda a parte do país. Dessa região também não pode ser esquecido o famoso arroz-de-carreteiro. A região Nordeste também é rica em pratos típicos, alguns deles são o acarajé, a moqueca baiana de peixe, o bobó de camarão , entre muitos outros. Na região centro oeste os peixes são o prato da vez, como o pacu frito ou assado, o dourado recheado, o peixe com mandioca. Na região Norte os pratos que se destacam são os doces feitos com frutas típicas como o cupuaçu, a graviola e o açaí e também castanha-do-pará.

Nomes de comidas brasileiras estranhas

Buchada de bode

Devido a grande extensão territorial do Brasil muitos imigrantes foram surgindo e com eles suas tradições culinárias foram se misturando com as comidas brasileiras e dela saíram grandes pratos e muitos deles conhecidos e com nomes incomuns e estranhos porem deliciosos. Na Paraíba encontramos as comidas brasileiras conhecidas como buchada de bode, sarapatel, munguzá, tapioca e carne de sol, já em Pernambuco encontramos nomes como bolo de rolo, bolo souza leão, bolo pé de moleque.

E na região do Pará temos pato no tucupi, maniçoba, tacacá, açaí. No Espírito Santo nomes como muqueca capixaba, na Bahia o vatapá, caruru, acarajé, xinxim de galinha, abará, bobó, no Ceará comidas como baião de dois, doce de buriti e em Goiás – galinhada, arroz com piqui e guariroba. Muitos desses pratos podem ser apreciados nas regiões brasileiras, além dessas comidas pode se encontrar muitas outras assim como o país é rico em diversidade também é em rico por sua culinária diversificada e saborosa.

Vale a pena conhecer as comidas típicas brasileiras que foram criadas através das misturas de culturas. Essa mistura trouxe ao Brasil na só alegria cultural de um povo, mas também a diversidade culinária.

Confira um vídeo com mais sugestões de comidas típicas das regiões brasileiras:

Comidas típicas das regiões brasileiras

Mais artigos sobre comidas

Nenhum voto, seja o primeiro





Vídeos Relacionados

Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. Eu adorei tudo que é Afrodisíaco,mas fui ver um vídeo e demorou carregar e deixei de lado, mas, espero que na próxima ou até mesmo essa edição em que eu for abrir, consigo vê-lo. Espero…

    Ariovaldo Ferreira de Almeida
    20/11/13 às 19:01