Pimenta do reino faz mal à saúde?

A pimenta do reino tida no passado como inimiga, hoje é vista como grande auxiliadora na cura e prevenção de várias doenças.


Pimentas e moedor manualQuem pensa ainda que a pimenta-do-reino deve ser evitada pelo seu ardido, pois provoca gastrite, úlcera, pressão alta e é terrível para a hemorroida, pode tratar de mudar o seu conceito. Além de ótimo tempero, ela contém uma série de medicamentos naturais, tais como: analgésico, anti-inflamatório, xarope, vitaminas, propriedades estas que os homens primitivos já haviam descoberto e que hoje são comprovadas pela ciência.

E é justamente a substância química que dá aquele sabor ardido da pimenta que contém as propriedades benéficas à saúde.

         

Substância benéfica

Pimeneta do reino moídaA pimenta-do-reino possui uma substância que se chama piperina. Esta substância libera endorfinas, que são analgésicos naturais muito potentes que o cérebro produz. Então, quando uma pessoa ingere alguma coisa apimentada, a piperina ativa os receptores sensíveis na língua e na boca. Esses receptores imediatamente enviam a mensagem ao cérebro de que a língua estaria queimando. No intuito de provocar frescor à sensação de ardência, o cérebro responde querendo salvar a pessoa, então, a boca começa a salivar, a face transpira e o nariz fica úmido. Mas, na verdade a pimenta não causa nenhum dano físico real.

Mais propriedades

Pimenta do reino em grãoA piperina é um alcaloide extraído das suas sementes, um estimulante natural que intervêm na absorção de selênio, vitamina B, betacaroteno e auxilia na digestão, ainda tem efeito carminativo e antiflatulento, favorece a circulação no estômago, ajuda na cicatrização de feridas, como nas úlceras, desde que haja mudança nas medidas alimentares e de estilo de vida. Comprovações cada vez maiores têm na piperina um grande poder de ação antioxidante e antienvelhecimento.

Outros benefícios

Pimentas em potinhosAlém dos seus princípios ativos, a pimenta-do-reino é rica em vitaminas A, E e C, ácido fólico, zinco e potássio, tendo por isso, propriedades protetores do DNA celular. Seus pigmentos vegetais, os bioflavonóides, previnem o câncer. Esta pimenta, além dessas vantagens, já é vista como um alimento funcional, pois apresentam nutrientes e componentes que promovem e preservam a saúde. Também já é utilizada como matéria prima para a fabricação de diversos remédios para dores musculares, reumatismo, problemas gastrintestinais e de prevenção à arteriosclerose. Seu consumo ainda ajuda na baixa imunidade, na depressão, liberando a noradrenalina e adrenalina, para os casos de enxaqueca, esquistossomose, é ainda, antisséptica, cicatrizante e anti-hemorrágica, como possui propriedades vasodilatadoras ainda atua no combate nos males do coração, na obesidade, no câncer e na hipertensão.

Portanto segundo pesquisas, a pimenta-do-reino é muito mais que um simples tempero e traz muitos benefícios à saúde, é uma das especiarias mais antigas do mundo e muito utilizada pelos chefes de cozinha.

Veja mais alguns dos benefícios da pimenta neste vídeo do Youtube:

20.05.10 - Jornal Hoje - Pimenta faz bem a saude e ajuda a combater o envelhecimento.mp4

Saiba mais sobre a Pimenta

1 voto



Adeni
29/05/12


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. Amo pimenta do reino, ainda bem que faz bem….vim pesquisar por que um amigo do trabalho falou que fazia mal…que alivio….

    sandra
    15/01/14 às 13:17
  2. A pimenta não faz mal,e sim,um bem inimaginavel.Quando como,da mais tesão,isso sim.

    figueiredo
    13/01/14 às 10:43
  3. mesmo na duvida eu sempre uso a pimenta do reino!
    agora fico mais a vontade p/ degustar sabendo que só faz bém ája pimenta humm´obrigada

    vilma
    01/03/13 às 16:45
  4. Que delícia saber que não faz mal… pq eu amo pimenta do reino e até então evitava o uso.À partir de agora… dá-lhe pimenta do reino…..

    Liliam
    04/06/12 às 20:00

X
Curta a página