Pinturas feitas por Monet em seu jardim de Giverny

As pinturas feitas por Monet, no Jardim de Giverny são algumas das maiores inspiradoras de toda a corrente do impressionismo.

Quadro de Monet no Jardim de GivernyClaude Monet é um dos mais cultuados pintores da história. Nascido em Paris, no dia 14 de novembro de 1840, Monet é considerado o pai do impressionismo, tanto que o termo é originado de uma crítica feita a um de seus quadros. Em 1883, Monet passou a viver em Giverny, na Normandia. Lá, pintou uma famosa série de quadros chamada de “Nenufáres”. As obras são importantes por terem sido o gatilho para o reconhecimento do pintor.

O jardim de Giverny

Jardim de GivernyO terreno foi comprado por Monet dez anos após sua chegada na cidade, e nele passa o riacho Ru, um pequeno rio afluente do Sena. A paisagem natural inspiradora fez com que o pintor conseguisse um apoio da prefeitura local para construir no lugar um tipo de jardim aquático, com plantas que ficavam sobre as águas do riacho. Além de uma ponte japonesa que ficou eternizada em suas obras. Outra parte do jardim que inspirou Monet é uma chamada Clos Normand.

         

As pinturas

Quadro da ponte japonesa de MonetA técnica utilizada por Monet para retratar seu jardim só foi reconhecida pela comunidade artística tardiamente. O impressionismo, que busca retratar a realidade através de borrões e misturas de cores, era considerada irrelevante até a descoberta completa das obras do artista. A inspiração para pintar o jardim de Giverny veio no outono, quando as folhas caídas sobre as águas que também refletiam o ambiente ao redor formaram uma deslumbrante composição. Na imagem, vemos a ponte japonesa que ganhou fama mundial após ser pintada por Monet.

Quadro das flores de MonetA representatividade do jardim de Giverny é grande na história da arte, pois sua paisagem é responsável por inspirar uma das mais belas criações da pintura impressionista. O trabalho de Monet retratando seu jardim é considerado um dos mais perfeitos símbolos da corrente  impressionista. Em 1911, sua esposa Alice faleceu e Monet começou a perder a inspiração para pintar.

Também na década de 1910, o artista foi acometido por uma catarata, o que diminuiu ainda mais a vontade e o ritmo de suas produções. Monet faleceu em 1926, em Giverny.

Assuntos relacionados

0 voto






Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. Muito bonitas as obras primas de MONET.
    Ele está de parabéns…..

    jose victor
    23/08/13 às 20:45
  2. pena que tudo isso é acessível a classe alta, pois é caro  demais uma classe média baixa…alimentar dessa arte…preciso fazer um trabalho com meus alunos de quarta série, imaginem a dificuldade que é pra se conseguir obras, quadros… em particular desse que é a minha parte, Claude Monet… lamento muito. queria que fosse diferente.

    Santana
    17/10/12 às 21:17

X
Curta a página