Política do café com leite resumo

A implantação da política do café com leite foi uma das primeiras grandes mudanças no estilo administrativo de nosso país.

café com leiteA República nasceu e foi proclamada no Brasil no dia 15 de novembro de 1889. Primeiramente controlada pelos militares e pelas elites agrárias, não havia preocupação em promover mudanças na estrutura econômica e agrária no país. As estruturas políticas dos coronéis e das oligarquias conservaram-se e a república continuava como era, excluindo socialmente e politicamente a maioria da população de cada cidade.

Essa fase da política café com leite teve como presidente o Marechal Deodoro da Fonseca e Marechal Floriano Peixoto e teve finalidade com o presidente Getúlio Vargas, as cidades que marcaram presença foram São Paulo (café) e Minas Gerais (leite).

                       

Café com Leite

 presidentesNos anos iniciais da República, o poder central foi determinado por dois marechais, Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto. Em 1894,  foi eleito Prudente de Morais e com isso as elites agrárias de São Paulo obtiveram forças e começaram a tomar posse do poder. A partir da presidência de Campos Sales, o Partido Republicano Paulista, conhecido como PRP, se uniu ao Partido Republicano Mineiro – PRM, e Minas era o  estado com maior população e número de eleitores. Assim teve início a conhecida Política Café com Leite, na qual oligarquia mineira e a paulista passaram a se revezar no poder até o ano de 1930.

Com essa política obteve-se uma transformação na estrutura do federalismo do Brasil. A cidade de São Paulo investiu grandemente em suas exportações de café, chegando à posição de destaque como um dos maiores estados brasileiros, ao lado de Minas Gerais, que também contribui com esse crescimento, trabalhando e investindo no leite.

Essas duas cidades até o presente participam efetivamente das eleições de nosso país, pois através da Política Café com Leite se transformaram num dos estados mais ricos e populosos do Brasil.

10 votos





Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook