Quais são os grupos alimentares?

Quais são os grupos alimentares?

Os alimentos são divididos de acordo com sua função no organismo. Conheça quais são os grupos alimentares e se alimente melhor!

Conhecer o que está comendo e quais suas principais funções para o corpo é essencial, principalmente quando o assunto é se alimentar de maneira saudável e equilibrada. Classificados primeiramente em macro e micronutrientes, os alimentos possuem funções específicas no organismo, por isso, uma dieta bem variada é primordial para oferecer ao corpo seus nutrientes essenciais para manter-se em equilíbrio e com saúde.

Os micronutrientes são o grupo das vitaminas e minerais, responsáveis pela manutenção do organismo, são necessários em pequenas quantidades, normalmente miligramas, são essenciais e devem estar presentes na alimentação diária. Já os macronutrientes são compostos pelos grupos de carboidratos, proteínas e lipídeos, nutrientes necessários em quantidades maiores, pois são de importância fundamental para o funcionamento do organismo.

Mais sobre quais são os grupos alimentares?

Já a classificação dos alimentos como construtores, energéticos e regulares é feita de modo a facilitar o entendimento sobre as principais funções dos alimentos, então, que tal conhecer qual a função e os principais alimentos de cada grupo alimentar? Confira.

Grupos alimentares: alimentos construtores

Responsáveis pela construção, os alimentos do grupo construtores são indispensáveis para a formação, renovação e crescimento de tecidos, células e órgãos, além de estar relacionado com os a produção de hormônio, defesa imunológica, transporte de nutrientes e fonte de energia ao organismo quando o mesmo encontra-se em catabolismo ou em déficit de alimentos do grupo dos energéticos.

Entre os exemplos de alimentos dos grupos construtores temos os de origem animal que são as carnes vermelhas, o peixe e o frango, os ovos e o leite e derivados e os de origem vegetal que são os grãos, entre elas, o feijão, a lentilha, grão-de-bico e a soja. O consumo diário recomendado de carnes e ovos é de 2 porções, de leite e derivados de 2 a 3 porções e os grãos o recomendado é 1 porção por dia.

Grupos alimentares: alimentos energéticos

O grupo dos alimentos energéticos é dividido em carboidratos e lipídeos, ambos são fontes de energia para o organismo. Os carboidratos são a base da pirâmide alimentar e devem ser a maior fonte de energia para o corpo, por isso, deve representar de 45 a 65% do valor energético total, ou seja, deve-se ingerir de 6 a 11 porções por dia. Entre os exemplos de carboidratos temos os pães, as massas, o arroz, as farinhas, os cereais integrais e as raízes e tubérculos (mandioca, inhame, batata, cará, batata doce).

O lipídeo é o nutriente que mais concentra energia, entretanto, seu excesso fica armazenado no organismo em forma de tecido adiposo que leva ao excesso de peso e a sérias complicações cardiovasculares. Por isso, seu consumo é moderado, devendo-se ingerir de 1 a 2 porções por dia, dando preferência às gorduras boas como o abacate, azeite de oliva, sementes oleaginosas como as nozes e castanhas.

Grupos alimentares: alimentos reguladores

Por último, temos o grupo dos alimentos reguladores, ricos em micronutrientes, fibras e água responsáveis pela manutenção e regulação do organismo. As vitaminas e minerais possuem diversas funções como ajuda no crescimento, no desenvolvimento ósseo e no transporte de nutrientes. Já as fibras são responsáveis por regular o funcionamento do intestino, diminuir os níveis de colesterol LDL no sangue e melhorar a microbiota intestinal e a água participa de várias funções, entre elas, fornecimento de nutrientes para os tecidos e eliminação de resíduos metabólicos tóxicos.

Neste grupo estão às frutas, legumes e verduras, que podem ser encontradas em cinco cores diferentes (vermelho, laranja, roxo, verde e branco), por isso, quanto mais variada à dieta melhor será o fornecimento dos diferentes micronutriente. A recomendação diária de frutas é de 3 a 4 porções e das verduras e legumes de 4 a 5 porções.

Para manter o organismo saudável, o ideal é seguir quatro leis: quantidade, qualidade, harmonia e adequação.

Assista ao vídeo e veja mais informações sobre os grupos alimentares e como usá-los para o seu benefício na sua alimentação.

26/11/13 por Thaís

   

Mais informações por email

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Instagram
YouTube
Facebook