Relações internacionais melhores faculdades do Brasil

Um dos maiores fatores que influenciam a qualidade de um profissional de relações internacionais é a sua formação na universidade.

Relações internacionaisA profissão de relações internacionais é uma área ainda pouco popularizada no Brasil, porém essa área possui um campo muito abrangente de oportunidades de negócios e seu curso é oferecido nas melhores universidades do país.
Para cursar relações internacionais é preciso ter certo interesse nas áreas de história, economia, direito e política, além de um bom conhecimento na língua inglesa, pois ser bilíngue é algo fundamental para o curso, este profissional atua para melhorar as relações políticas, sociais, econômicas, culturais, militares e comerciais entre povos, empresas, órgãos e nações internacionais.

Onde cursar

Ilustração de ideia de onde estudar

                       

• Universidade Estadual Paulista (UNESP) – campus de Franca
• Pontifica Universidade Católica de São Paulo – PUC- SP
• Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS
• Pontifica Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC- Rio
• Centro Universitário de Brasília – UniCEUB
• Universidade Católica de Brasília – UCB
• Pontifica Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas
• Universidade de Brasília – UnB

Quanto ao curso

Mulheres estudandoÉ divido em três partes, economia, política e direito, serão estudadas as especificações de história, sociologia e economia, o conhecimento na língua inglesa é exigido já no primeiro semestre do curso, além de muita leitura e aulas práticas de simulações de negociações e estratégias diplomáticas, políticas, empresariais e comerciais.

Mercado de trabalho

Países no globoAs empresas que mais necessitam deste profissional são as multinacionais, o que é uma ótima oportunidade de fazer um intercâmbio em outro país, no Brasil, multinacionais como Unilever, Ambev, Vale, Danone e Embraer, necessitam desses profissionais para negociações e expansão de seus negócios em todo o mundo, empresas pequenas e projetos particulares também podem exigir o trabalho desse profissional.

O mercado de trabalho é muito amplo e não voltado apenas para o comércio, podendo este profissional atuar em ministérios, consulados, embaixadas, bancos, projetos governamentais e ONGs.

Nenhum voto, seja o primeiro


Natalia
19/10/11


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook