Rins que param de funcionar

Os rins são considerados os filtros das impurezas ruins ao corpo, veja as possíveis perdas de suas funcionalidades e consequências.

Rins.Órgãos pequenos, medindo mais ou menos 10 cm, são de importância vital para o funcionamento do organismo humano, os quais, têm a função de equilibrar sua química interna, estamos falando dos rins. Isto significa que para sobreviver é necessário que estejam funcionando normalmente, pois são responsáveis pela eliminação das toxinas e excesso de minerais do sangue, bem como para auxiliar no controle dos glóbulos vermelhos, para controlar a pressão arterial e a quantidade de líquidos no corpo. Enfim, são os filtros do corpo humano, que quando param de funcionar, ocasionam uma série de doenças.

Insuficiência renal é o nome que se dá quando os rins perdem as suas funções. Que pode ser do tipo aguda ou crônica:

                       

Insuficiência Renal Aguda

rins

Quando alguém acometido por uma doença grave, os rins podem parar de funcionar de maneira rápida, mas por determinado tempo. Devido à doença, os rins perdem a sua capacidade de funcionamento em algumas horas, mas podem voltar ao seu estado normal em poucas semanas. Porém, em algumas situações, não impede que o paciente seja submetido ao tratamento por diálise, até o retorno de seu funcionamento.

Insuficiência Renal Crônica

Insuficiência Renal Crônica

Quando os rins perdem a sua funcionalidade lenta e progressivamente. Mas como, nesta perda lenta, existe um princípio adaptativo das funções, os sintomas não são percebidos. Então, quando a perda atinge 50% das funções normais os sintomas aparecem sem muito incômodo. Pode aparecer uma anemia leve, pressão alta, inchaço dos olhos e pés, hábitos de urinar modificados como levantar várias vezes à noite para urinar, mudança do tipo de urina, como urina muito clara ou sangue na urina, etc.

A partir desses sintomas e até seu funcionamento com apenas 10% ou 20% de sua capacidade, podem ser tratados com dieta e medicamentos. Abaixo disso, o tratamento é mais severo como na hemodiálise, diálise peritoneal ou transplante renal.

Conhecer as características e funcionamento dos rins é importante para se ter ideia das doenças renais e saber como detectar, evitar e tratar.

Confira o vídeo sobre o funcionamento do rim:

Assuntos Relacionados

2 votos


Adeni
15/03/12


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. Vou até tomar um pouco de aguá!

    Rodrigo
    19/06/13 às 13:38
  2. meu     filho tem o rins esquerdo     dilatado  noa tem  dor so    a  pressao   alta oque  fazer.                                 

    Sonia Dagostin
    06/06/12 às 19:45