Separação de pais e filhos

O que fazer para não causar danos ao psicológico dos filhos no momento da separação? Aqui, mais sobre um assunto que vem gerando discussões.

Garotinha tristeAlgo extremamente comum nos dias de hoje é a separação de um casal. A separação de um casamento pode ocorrer devido a inúmeros fatores, sendo eles: traição; falta de amor; brigas constantes; falta de comunicação ou quando o casal não se entende mais; enfim, fatores que colaboram para que a separação realmente aconteça. No entanto, no momento em que ela acontece, na maioria da vezes os filhos são os que sofrem mais.

Criança não esquece

Garoto tristeOs filhos possuem em suas mentes a ideia de que seus pais nunca deveriam se separar. Quando acontece a separação, os filhos ficam magoados e ressentidos; e não são somente eles que ficam tristes e magoados com a situação complicada da separação: o casal, muitas vezes, também sofre muito com este momento. Em várias situações, a separação não é nada amigável, muito menos favorável para as partes envolvidas.

                       

A separação

Casal brigando e filha tapando os ouvidosNo momento em que um casal decide se unir e constituir uma família, eles deveriam ter em suas mentes que esta união deveria ser eterna; porém, não são todos os casais que possuem esta consciência. Muitos casais resolvem se separar, pois realmente essa é a solução mais adequada e aconselhável tanto ao homem quanto à mulher. No caso daqueles casais que vivem em discussões constantes na presença dos filhos e só os prejudicam com isso, a separação é a melhor saída.

Muitos outros, porém, resolvem se separar por absolutamente nada, o que acaba magoando grandemente os filhos. Alguns filhos, após os pais se separarem, acabam tendo uma atitude bastante rebelde e gerando muitos problemas, o que se torna muito difícil aos pais.

A separação de alguns casais, infelizmente é a melhor saída; porém quando ela não pode ser evitada, os pais necessitam de muito diálogo e de conversas abertas com seus filhos, explicando-lhes que a separação será a mais adequada solução, e que o amor pelos filhos continuará o mesmo.

Nenhum voto, seja o primeiro



Mayara
17/06/11


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook