Sociedade estamental o que é?

O modelo de sociedade estamental foi vigente na Europa durante todo o período da Idade Média, e é um dos pilares do feudalismo.

Imagem sobre feudalismoSociedade estamental é o nome dado à estrutura social vigente no período que antecedeu as Revoluções Industrial e Francesa. Podemos associar estamental ao conceito de “estático”, pois um dos mais importantes trações dessa sociedade é que aqueles que nasciam em determinada camada social eram obrigados a permanecer nesse nível da pirâmide até o fim de suas vidas. Durante a Idade Média, a sociedade estamental europeia demonstrou grande ascensão, se mostrando como um tipo de triângulo, no qual a maioria das pessoas se localizava na parte inferior, à margem da sociedade.

Os grandes grupos sociais

Os estamentos, nomes dados aos grupos sociais, ficavam dispostos da seguinte forma: rei, clero, nobreza e plebeus. Segundo o pesquisador Hélio Jaguaribe, havia “os que oravam (oratores), os que lutavam (bellatores) e os que trabalhavam (laboratores)”. Para a sociedade cristã da época, esta divisão em três ordens era considerada essencial e as classes eram vistas como necessárias e complementares, pois cada uma delas prestava serviços ditos como indispensáveis às outras.

                       

O clero

CleroOs integrantes da igreja ocupavam a parte superior da pirâmide desta sociedade. O grupo era fundamenta não somente para a manutenção da ideologia religiosa vigente, mas também por conta de seu desempenho no papel estratégico necessário para a manutenção do status do poder atual da realeza. Este estamento tinha a função principal de rezar, em outras palavras, zelar pela vida das pessoas desta e das outras classes. Todo o dogmatismo da igreja dominante na época era justificado na necessidade que o clero tinha de controlar a vida das outras pessoas.

A nobreza

NobrezaOs nobres tinham como função as batalhas, possuíam propriedades e riquezas, buscavam casar entre si e tinham consciência de sua superioridade perante os plebeus. O poder dos nobres, porém, era restrito à autorização anual do rei, que condecorava os membros da nobreza como merecedores de mérito.

A plebe

Tribuno da PlebeNa base da pirâmide, podemos imaginar como era impossível para os plebeus da época ascenderem na sociedade, atingindo camadas mais privilegiadas. Os integrantes desta classe viviam submissos e presos ao trabalho, aos impostos, à subordinação e à pobreza. A sociedade toda era construída para que os nascidos pobres continuassem pobres, em prol da manutenção do poder regente. Tal estrutura contribuía para que fosse demarcada, definitivamente, a posição de cada indivíduo entre os estamentos.

Apenas depois das transformações sociais, econômicas e políticas, como o questionamento do absolutismo exercido pelos monarcas, a defesa de liberdades de expressão e religiosa, o crescimento da sociedade capitalista, dentre outros, foi desmontada a base das sociedades estamentais, e a ascensão ou a mobilidade social começaram a parecer algo menos utópico. O surgimento da estrutura das sociedades de classes, que surgiram após o período dos estamentos, proporcionou um maior trânsito das pessoas dentre as camadas sociais vigentes no modelo capitalista político-econômico.

Entenda mais sobre a sociedade estamental neste vídeo do Youtube:

2ºA - Sociedade Estamental Atual - Projeto "O Controle Social"

Confira mais sobre sociedade estamental

Nenhum voto, seja o primeiro


Amoedo
13/04/12


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook