Tartarugas marinhas curiosidades

As fascinantes tartarugas marinhas merecem todo nosso respeito e cuidado. Elas podem atingir até 2 metros quando adultas e vivem até 30 anos.

Tartaruga marinha nadandoA tartaruga marinha (Dermochelys coriacea) é um animal ameaçado de extinção e por isso merece todo nosso cuidado. Classificada cientificamente, ela é do reino Animália, seu Filo é Chordata da Classe Reptilia, Ordem: Testudinata e da Família dos Cheliniidae.

Alimentação

Camarão São répteis que vivem no oceano em áreas tropicais e subtropicais. Alimentam-se basicamente de camarões, águas-vivas e esponjas. Infelizmente elas confundem sacos plásticos com águas vivas o que acaba prejudicando seu organismo podendo leva-las à morte.

                       

Espécies

Tartaruga marinha de penteHá sete espécies de tartarugas marinhas, são elas: tartaruga oliva, tartaruga cabeçuda, tartaruga verde, tartaruga de pente, tartaruga de kemp, tartaruga de couro e natator depressus. Porém, de todas as sete, apenas cinco podem ser encontradas em território brasileiro.

Características

Tartaruga marinha adultaQuando adultas chegam a medir de 1 a 2 metros de comprimento e 1,5 de largura podem pesar até 600 quilos. São solitárias e vivem a maior parte do tempo debaixo da água. As fêmeas chegam à maturidade sexual por volta dos 30 anos que é quando ela volta para a praia em que nasceu para acasalamento e desova. Sua visão, olfato e audição são aguçados e tem uma incrível capacidade de orientação.

Acasalamento

Tartaruga marinha no ninhoElas se acasalam no mar e põe seus ovos no ninho feito na areia, chegam a por de 60 a 120 ovos em um ninho, mas a grande maioria não sobrevive e avalia-se que apenas 1 chega à vida adulta. Quando os filhotes nascem, logo saem do ninho em direção ao mar, buscando por comida e uma garantia de sobrevivência.

Projeto TAMAR

Logo do projeto TAMARÉ um projeto que dedicado à preservação das tartarugas marinhas que há pouco mais de 30 anos vem cuidando desses animais de uma forma especial no litoral brasileiro. Há por volta de vinte e duas bases do projeto no litoral do nordeste, sul e sudeste que além de agirem diretamente na preservação desses animais, dão apoio às comunidades costeiras, oferecendo alternativas em sua economia para que diminua a caça às tartarugas marinhas.

É um ótimo exemplo de cuidado e preservação, não apenas das tartarugas, mas de todo meio ambiente. As futuras gerações com certeza agradecerão por isso.

Nenhum voto, seja o primeiro


Lucimari
09/06/11


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. quero saber cm posso saber quanto dias elas levam fora do aquario

    vanessa
    13/04/13 às 22:24