Terceira idade e qualidade de vida

Certamente a 3ª idade é a etapa mais desafiadora e bela da vida dos seres humanos, e existem maneiras para se usufruir melhor dela.

Idosos se divertindoMuitas pessoas que conseguem chegar a uma idade mais avançada, geralmente não desfrutam de uma vida confortável. Para algumas que chegam à terceira idade, o pensamento não é apenas de uma vida longa, e sim de sofrimento prolongado, já que alguns idosos nesta etapa sofrem com solidão, depressão, perda de disposição, abandono de familiares, autoestima baixa, além de várias doenças típicas. Alguns ainda sofrem com dificuldades financeiras, desrespeito em postos de saúde, transportes precários e problemas com a aposentadoria. Pois em nosso país estas condições infelizmente deixam a desejar e são muito frequentes. Por conta destes fatores preocupantes é que muitos ficam com medo de envelhecer.

Idosos usufruindo da tecnologiaNo entanto, também é possível visualizarmos inúmeros idosos vivendo alegremente, repletos de amigos, com atividades em sociedade, realizando suas atividades físicas, fazendo seus cursos, ganhando conhecimento, namorando, aproveitando a presença de seus familiares, viajando e, por conta do crescimento do número de idosos em 17% desde 1991, atualmente vêm crescendo as atividades e programas voltados para a terceira idade, além de ofertas de serviços voltados para esse público, como o programa que o SESI realiza com o público desta idade. Atividades amplamente interessantIdosos alegres viajandoes e que certamente só contribuem para deixar os idosos ainda mais instigados em continuar vivendo e descobrindo novas aprendizagens, além de viagens especializadas para os idosos. Os idosos estão percebendo e descobrindo que a terceira idade não é sinônimo de desânimo, já que eles ainda têm muito o que aproveitar e que a qualidade de vida é sim, um perfeito e admirável direito deles.

                       

Concluímos que, para existir a qualidade de vida na etapa da terceira idade, primeiramente é preciso que o idoso não encare esta fase com desânimo, mas sim como uma grandiosa chance de realização pessoal. E claro, sempre com o apoio dos familiares e pessoas que convivem com ele.

Nenhum voto, seja o primeiro


Mayara
05/09/11


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook