Transposição do rio São Francisco pontos positivos e negativos

O Rio São Francisco, o projeto da transposição para por fim à seca do nordeste e os pontos positivos e negativos para sua execução.

Rio são FranciscoMuito se tem falado e questionado sobre a transposição do rio São Francisco que é na verdade uma tentativa para resolver o problema da população do nordeste semiárido que sempre sofreu com a seca, porém trata-se de um projeto bastante polêmico que acabou sendo alvo de críticas de ambientalistas, representantes de setores da sociedade, inclusive religiosa. O governo diz que haverá aumento de empregos diretos e indiretos que serão criados com a construção, bem como, seria a solução para o problema da seca. O projeto estabelece a construção de canais ligando o São Francisco a bacias hidrográficas menores e açudes do Nordeste e daí a construção de adutoras para a distribuição da água.

Rio São Francisco

Sua nascente está localizada no município de Medeiros, na Serra da Canastra, em Minas Gerais. Com seus 2.830 km de extensão e área de 641 000 Km2, atravessa o Estado da Bahia, fazendo divisa ao norte com Pernambuco, bem como, divisa natural dos estados de Sergipe e Alagoas, desaguando no Oceano Atlântico.

                       

Pontos positivos

Criança tomando águaEm longo prazo haverá significativo aumento do emprego e geração de renda, a população atingida pela seca nos centros urbanos serão abastecidas com água para consumo, aproximadamente 400 localidades do interior terão chafarizes públicos, as áreas secas poderão se tornar novamente produtivas em agricultura e dessa forma alegam melhoria na qualidade da água, beneficiando a saúde da população.

Pontos negativos

Obras no rio são FranciscoO projeto é considerado oneroso demais ao governo, custando cerca de 4,5 bilhões de reais, já a transposição irá atingir apenas 5% do território e 0,3% da população do nordeste e o que mais se questiona é que o projeto afetará em grande escala o ecossistema no entorno do Rio São Francisco, prejudicando fauna e flora da região, bem como, o desmatamento de uma área de 430 hectares.

Embora haja divergências entre as partes, o mais importante é que a execução do projeto realmente atenda com efetividade toda a população do semiárido.

Assuntos relacionados

4 votos



Adeni
18/01/12


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook
  1. me ajudou muito no trabalho de geografia :)

    jeyssa gabriela
    26/11/13 às 15:24
  2. Esse Joguuim dA Burrice Kkkk E Chato

    angelo
    14/11/13 às 17:00
  3. muito legal esse texto super esclarecedor e pequeno ne

    karol
    06/10/13 às 17:55
  4. na minha escola a gente está pesquisando sobre o rio são francisco.

    duda
    02/10/13 às 14:14
  5. Mt Legal iteressante até de mais

    Beatriz
    27/05/13 às 18:47