Tratamento para mau hálito

Tratamento para mau hálito

Saiba mais sobre o que causa e quais as consequências do mau hálito, confira o melhor tratamento para ficar livre desse incômodo.

O mau hálito é algo bastante incômodo não só para quem sofre do problema, mas também para os que o cercam. O mau cheiro vindo da boca tem o nome científico de halitose, esse problema pode estar relacionado a uma série de causas. A falta de higiene bucal e a acumulação de resíduos de comidas é a principal causa, portanto não é a única. O mau hálito é proveniente de outros motivos que podem ser mais sérios quando não tratados, o mau hálito pode um sinal que o organismo transmite para dizer que algo não está bem.

O mau hálito vem das bactérias instaladas na boca ou do organismo e exalam o enxofre, por isso o incomodo pode ser ainda maior para quem tem o contato direto com o portador do problema. É importante saber que esse problema do mau hálito tem tratamento e pode sim ser revertido. A busca por orientação médica é essencial para a cura, ficar mais confiante ao conversar com alguém é fundamental para a autoestima.

Principais sintomas de mau hálito

Mais sobre tratamento para mau hálito

O mau hálito é um problema bastante ruim e acaba distanciando pessoas trazendo um grande problema psicológico para quem sofre desse mal. Geralmente quando esse problema surge a pessoa não faz ideia que tem mau hálito e acaba não entendo o porque do distanciamento das outras pessoas para com ela. Cabe aos familiares e amigos alertarem sobre o problema para que esse incômodo tenha fim com a busca do tratamento.

O mau hálito apresenta alguns sintomas que pode ser facilmente identificados, o primeiro deles que é o mau cheiro vindo da boca e do nariz, gengivas com sangramento conhecida como gengivite, tempo longo de jejum pode causar o mau hálito porque mesmo sem se alimentar o estomago continua a produzir suco gástrico e assim é liberado a ácido pela boca. A regurgitação e azia também é um dos sintomas de que a pessoa possui mau hálito. É importante que através desses sintomas a pessoa procure um dentista para o tratamento.

O que causa o mau hálito?

Segundo os especialistas relacionar o mau hálito a problemas no estomago é algo equivocado e considerado mito. Existem muitos fatores que causam o mau hálito e é bom estar atento a essas pequenas causas para descobrir se você tem ou não mau hálito.  As causas mais comuns em pessoas que possui o mau hálito são as inflamações na gengiva, a má escovação dos dentes e da língua, a falta de salivação, prisão de ventre, o estresse, a alimentação errada entre outras.

Quando o mau hálito esta relacionado a problemas mais sérios podem ser causados por doenças do aparelho digestivo, como refluxo, esofagite e gastrite, diabetes, problemas intestinais, alterações no fígado, inflamação na garganta, sinusite, além de estresse, depressão e até falta de saliva.

Tipos de tratamentos para mau hálito

O mau hálito é considerado comum no período da manhã ao acordar, devido a muitas horas de jejum, mas isso tende a desaparecer ao escovar os dentes e depois de se alimentar. Para os casos que são mais sérios e relacionados a problemas que não são a falta da alimentação existem tratamentos ótimos para esse problema.

O tratamento primordial é a mudança de hábito em casa, a boa higienização é feita com calma, a escovação deve ser feita no mínimo três vezes ao dia e com a utilização do fio dental. Mas se mesmo com a higienização adequada o mau hálito não desaparecer é necessário procurar ajuda de um profissional que indicará o melhor tratamento acompanhado por exames para descobrir a causa. A limpeza com flúor também faz parte do tratamento por isso faça sempre uma visita ao dentista.

O terrível incômodo conhecido como mau hálito possui tratamentos e suas causas devem ser investigadas para a manutenção da saúde bucal. Ao perceber qualquer sintoma procure a ajuda de um dentista.

Assista ao vídeo e entenda um pouco mais sobre o mau hálito, as causas, como evitar e tratamentos alternativos e adequados.

08/11/13 por Raquel Silveira

   

Mais informações por email

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Instagram
YouTube
Facebook