Abrir um pequeno negócio

Em busca de um futuro promissor sem patrão ou horário definido? Confira dicas de como abrir um pequeno negócio e conheça algumas áreas.

Desenho de cifrões e lâmpadaCom um mercado interno cada vez mais propício, muitas pessoas estão optando por abrir o seu próprio negócio, criar seu próprio horário de trabalho e, ao mesmo tempo, realizar um sonho.

Mas, antes de investir suas economias é preciso avaliar vários aspectos, afinal, gerenciar uma empresa, por menor que ela seja requer habilidade, conhecimento e planejamento.

Mas, se este não é o problema e sim que tipo negócio abrir, há dezenas de opções de pequenos negócios para diversas áreas de atuação, por exemplo, beleza, moda, alimentação e bebidas, esportes, estética, educação, eletrônica, informática, serviços gerais, consultoria e muitas outras. A escolha depende do que você gosta de fazer, por isso, confira algumas dicas para abrir o seu pequeno negócio:

Dicas para abrir um pequeno negócio

Cansado de trabalhar pesado e ainda não ser reconhecido pelo chefe? O que mais está em alta no Brasil são os pequenos negócios que necessitam de um investimento baixo para iniciar as atividades e garantem um giro de venda e um lucro legal.

Pratos com alimentos

Entre as opções de pequenos negócios que estão em alta no Brasil encontram-se os negócios da área de alimentação e bebidas como barzinhos, lanchonetes, quiosques de sucos naturais ou doces em geral, padarias, enfim, tudo que envolve alimentação e bebida sempre dá um retorno bom, afinal, ninguém fica sem se alimentar.

Cabeleireiras e clientes em salão de beleza

Outras dicas são negócios relacionados à beleza e estética, como salão de beleza, venda de produtos cosméticos com loja física ou virtual, clínicas de massagem e cuidados com a pele e venda de acessórios para unhas, maquiagem e cabelos em geral. E, pensando também na saúde e beleza, os negócios na área do esporte também geram lucro, entre eles, escolas de natação, academias de malhação, escolas de judô, artes marciais, karatê e muay thai, escola de dança e ginásticas.

A área de consultoria para empresas e prestação de serviços gerais também vem crescendo muito no país, visto que muitas pessoas não tem tempo de realizar pequenos reparos seja na casa ou na empresa e que a mão de obra especializada anda escassa.

Como abrir um pequeno negócio: Sebrae

Logo SEBRAE

Depois de escolher o ramo da empresa é hora de seguir as regras para registrar seu pequeno negócio e trabalhar de forma correta perante a lei. No caso de pequeno negócio, o empreendedor tem que se registrar na categoria de Microempreendedor Individual (MEI) e pagar mensalmente os tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, CSLL e IPI) que dá um valor total de R$ 37,20 no caso de comércio e indústria, R$ 42,20 no ramo de prestação de serviços ou de R$ 42,20 para comércio e serviços.

Para se registrar como MEI, basta se cadastrar no site do SEBRAE e seguir os requisitos mínimos, entre eles, o pequeno negócio precisa ter faturamento máximo de R$ 60 mil por ano e a empresa deve ter apenas um funcionário que receba um salário mínimo ou o piso da categoria.

Poder escolher a área de seu gosto, planejar o que irá vender e oferecer aos seus clientes e ainda fazer o seu horário de trabalho é visto por muitos brasileiros como um sonho que a cada dia que passa está mais fácil de ser conquistado.

Assista um vídeo de como abrir de seu próprio negócio com baixo investimento.

Mais artigos sobre abrir um negócio

Publicado por Thaís
Revisado em 04/09/2017

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar