Ácido úrico elevado dieta

O ácido úrico elevado pode trazer várias complicações, mas pode ter seus riscos amenizados quando o paciente balanceia sua alimentação.

Alimentos reguladores do nível de ácido úricoA elevação de ácido úrico é uma das principais causas de várias complicações metabólicas do organismo, como a gota (forma de artrite mais dolorosa), tofo, nefrite e outras complicações de cálculo renal. Tal aumento é causado pela produção em excesso e também diminuição da capacidade do corpo em excretar a substância. O ácido úrico é produzido no fígado e deriva do metabolismo de proteínas do organismo e também dos alimentos, como a purina.

Dieta recomendada

Além da intervenção medicamentosa prescrita e acompanhada periodicamente por um especialista médico, uma das formas mais conhecidas para a amenização dos efeitos da doença é a elaboração de um cardápio balanceado. De acordo com a dieta prescrita por nutricionistas a rotina alimentar do portador de elevação de ácido úrico deve ser baseada respeitando as seguintes recomendações:

Sardinha enlatada• Evitar o consumo de: miúdos em geral, como miolo, fígado, rins, coração e moela; alguns alimentos do mar, como sardinha mexilhão, anchova, bacalhau, salmão, truta, atum, arenque, camarão, lagosta, ostra e caranguejo; algumas aves como pombo, ganso, peru e galinha; carne de porco e embutidos, toucinho, defumados e bacons; caldo de carne e molhos pronto; feijão, ervilha, grão de bico, lentilha e trigo; frutas oleaginosas como coco, nozes, castanha, amêndoas, amendoim, etc; alho poro, aspargos, brócolis, cogumelos, extrato de tomate, chocolate e pão de centeio. Todos os grãos e sementes devem ser eliminados da dieta.

• Reduzir o consumo de: carnes magras como patinho, coxão duro; peito de frango e filé de pescada branca. Os nutricionistas sublinham a necessidade de não ultrapassar o consumo de 2 porções pequenas destas carnes diariamente.

• É permitido o consumo de: leite e iogurte desnatados e queijo branco; ovos; vegetais (exceto os citados no item 1); pães brancos e biscoitos de água e sal; frutas em geral; macarrão, arroz e batata, óleo vegetal, como o de girassol em doses moderadas.

Redução da taxa do ácido

Iogurte desnatadoPodem-se utilizar preparações com carnes cozidas, desprezando a água do preparo, não utilizar preparações e alimentos ricos em gordura, não assar as carnes até torrá-las, não ingerir bebidas alcoólicas e atentar para o consumo de 2 a 3 litros de água por dia são outras dicas dadas por especialistas para reduzir os problemas da elevação do ácido úrico.

Quando a concentração do ácido é verificada como superior e 8% no plasma sanguíneo, admite-se o diagnóstico do distúrbio.

Revisado em 17/07/2017
Publicado em 08/06/2011 por Jessica

Tags: , , ,

Mais informações por email


Comentários

  • claudemir laureano

    14/01/17

    Estou a 4 meses em restrição alimentar de alto vigor, logo carne frango peito,patinho moido,ovos, queijo estão diariamente fazendo parte dos 120 dias aveia,batata, muitos ovos, macarrão qualquer um, todo dia so como isto, e quer saber meu nivel de acido urico exame realizado dia 14.01.2016 esta em 3.2 mg/dl quando o recomendado .é 3,5 a 7,2 ; logo nos exames antes das restrições alimentar estavam em 5,18.
    responder

Comentar