Bexiga hiperativa tem cura?

Bexiga hiperativa é um problema pouco conhecido que atinge 20% da população, mas com diversos tratamentos disponíveis no mercado.

Mulher com vontade de urinar A bexiga hiperativa é um problema que causa a alteração do funcionamento correto do sistema urinário. Trata-se um problema relacionado com as disfunções da incontinência urinária que atinge cerca de 20% da população brasileira, porém é ainda pouco conhecida.

Pessoas que sofrem de bexiga hiperativa têm problemas na contração do músculo que permite o armazenamento da urina. Essas contrações irregulares acabam dando origem a uma micção frequente e anormal que causa sérios constrangimentos.

Causas

Entre os estudos clínicos, aponta-se que o problema pode ser decorrente de doenças neurológicas como esclerose múltipla, traumatismo na medula espinhal que causa a paraplegia ou tetraplegia e incontinência urinária, entre outras disfunções e deficiências.
fazer xixi na cama

Sintomas

O indivíduo sofre com um desejo súbito e frequente de urinar que pode levar à perda involuntária da urina que pode acontecer tanto durante o dia quanto a noite, sendo ainda mais frequente durante a noite, disfunção chamada no meio clínico de nocturia.

Tem cura?

Há atualmente diversos tratamentos para a bexiga hiperativa e entre eles estão a aplicação da toxina botulínica na bexiga, com efeitos positivos que duram até 9 meses. A terapia comportamental tem o objetivo de ensinar o paciente a controlar a vontade de urinar, a eletro estimulação faz a inserção de dispositivos entre os órgãos genitais e com a ajuda de um choque elétrico diminui a contração dos músculos da bexiga. Por sua vez, o neuromodulador  é um aparelho inserido no abdômen que causa choques elétricos para controlar a micção da urina. Ainda existe a possibilidade de juma cirurgia que amplia o tamanho da bexiga, da fisioterapia pélvica, que são exercícios que ajudam a musculatura da pélvis controlar a bexiga hiperativa e o uso de medicamentos orais que bloqueiam a acetilcolina, substância liberada pelo cérebro para contrair os músculos.

Alguns tratamentos são realizados em conjunto para trazer uma melhor qualidade de vida dos pacientes com este problema.

18/11/11 por Thaís

   

Mais informações por email

Comentar