Clássicos da literatura brasileira

José de Alencar, Machado de Assis e muitos outros compõe o rol de escritores brasileiros que se destacaram pelo seu talento e dom ao escrever.

Estante com livrosSe você está estudando para o vestibular ou está se apaixonando pelo hábito de ler, mas precisa de algumas dicas de livros vai aqui uma lista com alguns clássicos da literatura brasileira que lhe ajudarão a entender um pouco mais sobre a história, os costumes e a vida do nosso país.

Arcadismo

Tomas Antonio GonzagaTomás Antônio Gonzaga escreveu o clássico “Marília de Dirceu” e “Cartas Chilenas”. Envolvido com a Inconfidência Mineira em 1789, Claudio Manuel da Costa sofreu as repressões por trair a Coroa portuguesa, mas deixou “Poemas”, “Labirinto de amor”, “Vila Rica” entre outras.

Romantismo

José de AlencarBernardo Guimarães fez parte da primeira fase, é autor do clássico “A Escrava Isaura” que de tanto sucesso chegou a ganhar versões em filme, teatro e telenovela nos anos de 1976 e 2004. José de Alencar também deixou uma riqueza literária como: A Pata da Gazela, Cinco Minutos, Iracema, Lucíola, Senhora, O Guarani, Viuvinha.

Romantismo para o Realismo

Machado de AssisMachado de Assis que entre tantas obras se destacou com Dom Casmurro, mas há também: A Mão e a Luva, Esaú e Jacó, Memórias Póstumas de Brás Cubas, O Alienista, Quincas Borba e varias outras obras.

 

Realismo/Naturalismo

Aluisio AzevedoAluísio Azevedo escreveu: A Mortalha de Alzira, Casa de Pensão, O Cortiço, O Mulato, Noite na Taverna entre outras obras. Adolfo Caminha escreveu: A normalista e O bom crioulo, e Domingos Olímpio escreveu Luzia-Homem.

 

Pré-modernismo

Lima BarretoLima Barreto com “A Nova Califórnia”,” Triste Fim de Policarpo Quaresma”, “Cemitério dos Vivos”. Monteiro Lobato: América, Problema vital e cidades mortas. Euclides da Cunha com Os sertões e O valos de um símbolo, e muito mais.

 

No Modernismo

DrummondPodemos citar Carlos Drummond de Andrade com “A rosa do povo”, “A vida passada a limpo”, “Contos de Aprendiz”. Manuel Bandeira também se destacou nessa escola com “Os sapos”, “Estrela da Manhã”, “De Poetas e de Poesia” entre tantas outras.

São obras que mostram um pouco do nosso país, costumes, culturas e segredos da época em que cada autor viveu. Algumas recheadas de idealizações e outras completamente realistas, mas que nem por isso deixam de fazer parte do tesouro literário brasileiro.

Publicado por Lucimari
Revisado em 17/07/2017

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar